Hospedagem Compartilhada: O que é?

No princípio da Internet, hospedar ou colocar qualquer tipo de conteúdo disponível para algum nível de acesso, exigia conhecimento e investimento que não estava ao alcance da maioria das pessoas e até mesmo de algumas empresas.

Exigia-se um servidor, um link, infraestrutura de rede, um IP dedicado, licenças de sistemas e o conhecimento técnico para integrar e fazer funcionar tudo. O custo disso era da ordem de milhares de reais!

Eventualmente, foram surgindo alguns serviços gratuitos, com muitas limitações em relação ao que se podia hospedar, com um desempenho que muitas vezes era comprometido pela natureza gratuita e ausência de suporte.

Passados vários anos, os requisitos para se hospedar algo, ainda são os mesmos, mas a acessibilidade em termos de custo, é outra. Veja neste artigo o que é hospedagem compartilhada e suas vantagens. Boa leitura!

Início da hospedagem compartilhada

Com um investimento diário da ordem de centavos, um profissional liberal, uma empresa ou mesmo uma pessoa física, tem seu site, suas contas de e-mail, aplicações, bancos de dados, todos presentes na Internet, 24 horas por dia, 7 dias por semana. O que mudou? O surgimento do que o mercado conhece como hospedagem compartilhada e que representa o serviço consumido por 99% de todos os sites existentes no mundo!

Há cerca de duas décadas, quando os pioneiros — verdadeiros desbravadores da nova tecnologia — da Internet começaram a implementar os primeiros serviços para as grandes corporações, identificaram que, muitas vezes, toda aquela infraestrutura e investimentos feitos, ficavam a maior parte do tempo ociosos, afinal, na época, a Internet apenas engatinhava.

As pessoas nem bem conheciam o termo e seu uso era muito restrito. Então veio a ideia: por que não "alugar" parte daquela infraestrutura que não era toda utilizada, para quem também tinha interesse em explorar as novas possibilidades que surgiam, mas não tinham nem o know-how, nem o capital para fazê-lo?

E, assim, foi graças ao modelo de hospedagem compartilhada idealizado que a Internet comercial foi um sucesso e disseminou-se globalmente, possibilitando que ela se desenvolvesse até o ponto que conhecemos hoje.

Como ela funciona

Basicamente, esse modelo consiste em criar contas para cada domínio hospedado em um servidor de grande capacidade computacional (elevados níveis de processamento, memória e armazenamento), no qual estão presentes todos os serviços que uma hospedagem típica costuma oferecer: sites, contas de e-mail, FTP, bancos de dados etc.

Esse servidor é inserido em uma infraestrutura com vários outros, interconectados por meio de redes locais e destas a outras externas, usando roteadores e switches.

Outros detalhes que incluem firewalls, sistemas de refrigeração, segurança, energia, tudo isso acomodado em salas com controle de acesso e sob forte esquema de vigilância e segurança, acaba por compor o que se conhece como datacenter.

Um usuário hospedado em um servidor compartilhado, dispõe em sua conta de todos esses serviços, além de outros, os quais são usados conjuntamente com os demais usuários.

De maneira análoga, esse processo pode ser comparado a um morador de um prédio de apartamentos, que compartilha de tudo que o condomínio oferece (elevador, salão de festas, quadras, piscinas, sala de jogos etc).

Ou seja, hospedar um domínio em regime compartilhado, significa usufruir de uma gama imensa de serviços e infraestrutura, que possibilitarão que se tenha um site, contas de e-mail, aplicações online ou o que se imagine em termos de serviços Web, a um custo muito baixo.

Controle de uso

Da mesma forma que ocorre na analogia do condomínio, em um servidor compartilhado existem regras e limites para utilização dos recursos comuns, as quais visam que todos os usuários tenham disponibilidade de recursos (acesso aos sites, envio e recebimento de e-mails, consultas aos bancos de dados etc.) e façam um uso igualitário disso.

Para tanto, em um servidor são instalados sistemas que controlam e limitam o uso por parte de cada conta e são estabelecidas e divulgadas políticas para que todos conheçam os limites de utilização do serviço.

A hospedagem compartilhada, obviamente, tem seus limites — se o seu site é mal otimizado, continuamente é hackeado ou está causando problemas para outras pessoas no servidor compartilhado (usando muita CPU, RAM ou uma grande quantidade de E/S de disco), então é provável que você peça para mover seu site para um servidor virtual ou dedicado.

Essa hospedagem é barata porque permite que muitos clientes diferentes usem a mesma plataforma de servidor subjacente. É do interesse de todos que tenhamos certeza de que nenhum site está impactando negativamente o desempenho de outros sites na plataforma.

Embora a hospedagem compartilhada seja adequada para a grande maioria dos sites, se a sua página Web se tornar problemática, pode ser necessário que você a mova para uma plataforma de hospedagem mais adequada, como um servidor virtual.

Isso certamente não é uma coisa ruim. Se o seu site estiver se popularizando e você tiver superado os recursos de hospedagem compartilhada na Web, ter maior controle sobre a pilha de software e poder atribuir mais recursos ao seu site, significa que você poderá continuar a oferecer uma ótima experiência para seus clientes e visitantes à medida que sua empresa cresce.

Casos em que ela é mais indicada

Entender o que você precisa começa com o conhecimento de seus objetivos. Se você estiver alocando um site simples, com um pequeno público-alvo, a decisão é fácil: hospedagem compartilhada se encaixa perfeitamente nessa situação.

Um blog WordPress, por exemplo, pode ser instalado facilmente por meio de um painel de controle que fornece funcionalidade de blogs e sites de forma rápida e confortável para qualquer pessoa.

Recursos adicionais, como o gerenciamento baseado na Web de bancos de dados, contas de FTP e DNS, permitem que você aproveite a hospedagem compartilhada, sem a necessidade de compreender comandos e configurações complexos do servidor.

A natureza dela também oferece economia de custos: ao compartilhar recursos no servidor com outros sites hospedados, sua fatura mensal é menor que a da infraestrutura dedicada.

Um dos recursos da hospedagem compartilhada é que você recebe um ambiente de alocação na Web com as ferramentas mais comuns já instaladas e prontas para uso.

Você pode, rapidamente, começar a fazer upload ou criar seu site e adicionar conteúdo sem se preocupar com a configuração do servidor. Você ainda tem a capacidade de ajustar algumas configurações para melhor atender o que você precisa ser feito.

A hospedagem compartilhada permite que você acesse diretamente o seu site, sem ter que se preocupar em gerenciar os prós e contras de um servidor.

Os administradores observam atentamente o servidor, atualizam o software para fins de segurança e garantem que ele seja otimizado para hospedagem de sites. Ela é, geralmente, mais indicada se:

  • você é novo em administrar um Website;

  • você não planeja ter um grande volume de tráfego (pelo menos, não inicialmente);

  • você não tem conhecimento técnico e experiência;

  • você está trabalhando com um orçamento limitado.

Imagine que você está procurando lançar um blog ou portfólio pessoal. Você provavelmente terá apenas uma quantidade mínima de tráfego e não precisará realizar personalizações extensivas do servidor para oferecer suporte a esse tipo de site.

Provavelmente, é melhor que seu provedor cuide de outros processos de gerenciamento quando se trata de questões técnicas e de segurança.

Indo por esse caminho, é ótimo para aprender como funciona o processo de hospedagem na Web. Seu provedor de hospedagem compartilhada lidará com a maior parte do trabalho pesado para que você possa se concentrar na criação e no crescimento de seu Website.

Principais recursos de hospedagem compartilhada

Web hosting é um complexo de funções e recursos de hardware. Assim, você precisa entender alguns processos técnicos para encontrar uma solução adequada.

O sistema não é nada complicado — basta ter em mente que a abundância de recursos ilimitados concedidos por um determinado host, a seguir, apresentamos os principais!

Espaço em disco e tráfego

Quando você deseja hospedar um site na Web, é necessário algum espaço em disco que será usado para arquivos de código, bancos de dados e mídia diferentes. Logicamente, quanto menor o seu site, menor a importância desse recurso.

Ao hospedar alguns arquivos e os transformar em um site, você desejará que os usuários acessem esses dados. É aí que entra a largura de banda. Imagine um túnel: quanto mais largo ele for, mais informação pode passar por meio dele.

A largura de banda funciona da mesma maneira. Muitos provedores de hospedagem a oferecem de maneira ilimitada, mas restringem a velocidade do tráfego, o que também pode influenciar o desempenho do seu site.

Tempo de atividade

Esse é o momento em que seu site funciona online e quando os usuários podem acessar o site sem problemas. Geralmente, é medido em percentuais do total de tempo de atividade esperado (24 horas por dia, 7 dias por semana). Claro, isso depende se o seu site tiver que estar online 100% do tempo.

Ainda assim, se você quiser saber a taxa online real, use alguns projetos da Web independentes para medir esse número para você. Da mesma forma, você pode conferir alguns fóruns ou em um suporte especializado.

Você também deve prestar atenção aos diferentes recursos de segurança incluídos no plano, o que garantirá melhor segurança para seu servidor.

Apps pré-instalados

Os aplicativos pré-instalados são widgets especiais que ajudam você a criar um site rapidamente e gerenciá-lo com mais eficiência. Um dos utilitários mais básicos é o painel de controle.

A vida fica muito mais fácil com um, pois você poderá controlar os processos de servidor mais complicados por meio de uma interface muito conveniente. O painel de controle mais popular é o cPanel, mas alguns hosts da Web oferecem outras alternativas.

A maioria dos painéis de controle têm alguns aplicativos e complementos pré-instalados, para que você possa ativar algumas funções importantes com apenas um clique, como ferramentas de comércio eletrônico, instrumentos de pagamento ou carrinhos de compras.

Vantagens de usar hospedagem compartilhada

A hospedagem compartilhada é a opção mais acessível disponível para soluções paga. A maioria dos indivíduos, pequenas empresas, organizações de médio porte e sites de tráfego moderado prosperarão em um ambiente de alocação distribuída.

Antes de decidir usar ou não a opção de hospedagem compartilhada no seu site, é essencial entender o que você tem a ganhar. Isso permitirá que você decida se essa é a opção de hospedagem correta para seu site ou blog.

A hospedagem compartilhada tem uma série de vantagens das quais as empresas e os indivíduos podem se beneficiar ao adotá-la.

Preços acessíveis

Quando comparado com os planos de preços enormes de servidores Web dedicados, VPSs e outros tipos de planos, é uma boa escolha para ir para uma hospedagem compartilhada na Web, especialmente quando você não tem muitos recursos para gastar com esse serviço.

Em tal comparação, também podemos descobrir que os produtos de hospedagem compartilhada custam menos de um quarto dos servidores dedicados típicos.

Além disso, os provedores de hospedagem compartilhada oferecem pacotes diferentes, que atendem a diversos tipos de requisitos. Assim, se você é um profissional novato que é um pouco hesitante em gastar grande quantidade na compra de produtos de alocação, você pode, sem dúvida, adquirir uma hospedagem compartilhada.

Personalização

Embora os recursos em hospedagem compartilhada sejam distribuídos entre vários usuários, o site ainda é gerenciado pelo webmaster usando ferramentas do painel de controle, que é amigável e um instrumento poderoso que pode ajudá-lo a personalizar seu site.

Os painéis de controle ajudam os usuários a gerenciar vários recursos, como o upload de arquivos e imagens, além de verificar as estatísticas do site. Isso significa que a hospedagem compartilhada também permite uma certa quantidade de personalização.

Eficiência

Entre os aspectos mais cruciais, no que diz respeito à hospedagem na Web, está o espaço em disco e a largura de banda fornecidos pelos servidores. É ela que ajuda os proprietários de empresas a administrar seus negócios com eficiência. Você pode obter largura de banda adequada com a hospedagem compartilhada, que é capaz ser usada para adicionar mais recursos ao seu site.

Conveniência

Nós todos queremos conveniência ao executar nossos deveres diários e isso inclui o gerenciamento de sites. Com a hospedagem compartilhada, sua estalagem na Web será gerenciada por especialistas altamente qualificados e, portanto, lhe concederá utilidade adequada. Isso significa que você pode se concentrar em administrar seu negócio na Web.

Suporte

Os melhores provedores de hospedagem compartilhada fornecem suporte 24 horas, 7 dias em manutenção de servidor sem custo adicional. Você receberá uma equipe para monitorar seu site, enviar alertas quando houver um problema e reparar qualquer falha que surgir.

Um benefício frequentemente da hospedagem compartilhada é que os problemas do servidor são resolvidos muito mais rapidamente, já que mais clientes são afetados pelo tempo de inatividade do que um servidor dedicado. Talvez você nem precise relatar quaisquer problemas ou mesmo perceber que eles ocorreram, já que muitas outras pessoas já podem ter relatado o mesmo defeito.

Assim, o intrincado universo que está associado à Internet e o que ela oferece a cada um de nós, e que também já não imaginamos ser possível viver sem, existe como o conhecemos, graças ao modelo de hospedagem compartilhado disponibilizado por diversas empresas especializadas em hospedagem compartilhada.

E então, gostou desse artigo? Não esqueça de deixar seu comentário logo abaixo deste post!