Você sabe como fazer a manutenção de sites? Descubra agora!

Quando alguém deseja ter um site, blog ou loja virtual, essa pessoa costuma buscar informações que indiquem como criar tais canais de comunicação. Muitos esquecem, porém, que as páginas precisam ser administradas mesmo após a sua criação. É aí que entra a manutenção de sites.

Para ficar mais claro, é possível fazer uma analogia. Quando um carro é zero km, funciona perfeitamente. Para continuar assim, ele precisa de revisões para verificar se é necessário trocar o óleo, os filtros, os pneus, etc. Com um site também é assim — para que tudo funcione como planejado, é necessário monitorar e efetuar correções sempre que necessário.

Isso é muito importante para não perder credibilidade no mercado. Já deve ter acontecido de você entrar em um site e perceber que há problemas na exibição de imagens, links quebrados e textos desatualizados. É quase certo que você abandonou o site para nunca mais voltar.

Portanto, saiba agora o que deve ser considerado na manutenção de sites para não deixar que o seu visitante o abandone!

Teste o serviço de hospedagem

Ao escolher um serviço de hospedagem, você deve buscar por qualidade. Afinal, esse serviço será fundamental para garantir ao site um funcionamento estável, com disponibilidade, velocidade e segurança.

Depois de contratada a hospedagem, é necessário monitorá-la frequentemente para ter certeza de que os serviços prestados ainda são adequados.

Existem ferramentas disponíveis na internet, como o Uptime Robot, que auxiliam nessa tarefa de manutenção de sites, monitorando a página em busca de problemas de instabilidade e alertando caso o site saia do ar.

Efetue backup

Um dos quesitos básicos de segurança é manter cópias de arquivos importantes gravadas em outra mídia e acessíveis quando necessário. Normalmente, um bom serviço de hospedagem efetua o backup dos arquivos do seu site de forma automática e constante. Lembre-se, porém, que alguns arquivos imprescindíveis para o negócio devem ser copiados para outro local.

Outra boa ocasião para fazer o backup dos arquivos do seu site é quando for realizar alguma alteração significativa no mesmo. Antes, salve tudo em um local seguro para somente depois efetuar as mudanças.

Busque as páginas desatualizadas

Uma característica que afugenta qualquer visitante é se deparar com informações desatualizadas em um site. A pessoa perde a confiança na empresa e deixa de contratá-la.

Para que isso não ocorra, o trabalho de manutenção de sites tem como objetivo varrer constantemente as publicações em busca de informações antigas e atualizá-las sempre que for preciso. Quando o site é pequeno, essa tarefa é fácil. No caso de muitas páginas, a sugestão é manter tudo organizado para facilitar o trabalho.

Utilize também as ferramentas disponibilizadas pelo painel de controle do servidor para localizar as páginas mais antigas e adquira o hábito de verificar se o conteúdo está correto de tempos em tempos.

Corrija os links quebrados

Ao fazer uma postagem, é importante incluir alguns links internos e externos no corpo do texto para melhorar o rankeamento da página nos motores de busca e para aumentar o tempo de permanência do visitante no seu site.

Com o passar do tempo, pode ser que algumas dessas páginas apontadas deixem de existir ou mudem de endereço. Caso isso ocorra, o visitante que clicar no link verá o famoso “erro 404”.

Nessa situação, o cliente se sente frustrado e perde a confiança no seu site. Portanto, tenha certeza que todos os links do seu site apontam para o local correto.

Não abra mão da segurança

Para garantir a integridade dos arquivos e que o site permaneça no ar, é preciso ter muita atenção à segurança.

Atualmente, é muito comum o ataque hacker, principalmente em sites que usam CMS como WordPress e Joomla. Assim, esses sistemas precisam estar constantemente atualizados. Por isso, opte por serviços de hospedagem que ofereçam proteções avançadas e suporte especializado em segurança de rede.

No entanto, não vai adiantar adquirir um servidor seguro se o computador que você utiliza para administrar o site tiver problemas. Para resolver isso, instale um antivírus eficiente e mantenha-o atualizado.

Também verifique a funcionalidade do seu sistema operacional constantemente e evite a instalação de programas piratas no seu computador.

Outra tarefa da manutenção de sites voltada para a segurança é ter um rígido controle das senhas. Tenha o hábito de mudá-las com frequência e misture letras minúsculas com maiúsculas, números e caracteres especiais, gerando uma senha forte.

Monitore a infecção por vírus

A forma de evitar esse tipo de problema mais uma vez está na escolha correta do serviço de hospedagem. As empresas sérias costumam oferecer sistemas que bloqueiam a ação de pessoas mal intencionadas que tentam infectar a sua página com algum tipo de vírus.

Escolher uma plataforma bastante difundida também é importante pois, caso alguma vulnerabilidade seja identificada, a solução é logo providenciada. Mesmo assim, não se acomode! Adote a rotina de monitorar o seu site pelo antivírus e, caso tenha a suspeita de infecção, informe a empresa de hospedagem imediatamente.

O fato de ter sido precavido e efetuado o backup recentemente será crucial caso este problema aconteça.

Acompanhe a velocidade de carregamento

Quando você compra um celular ou computador novo, eles são muito rápidos. Com o tempo, o acúmulo de diversos arquivos e a instalação de aplicativos faz com que a velocidade desça pelo ralo.

Com um site acontece a mesma coisa. Além disso, diversas pessoas acessando simultaneamente a mesma página, ou seja, o aumento do tráfego também joga a velocidade de acesso lá embaixo.

Para que isso não seja problema, meça sempre a velocidade de carregamento do seu site. Caso verifique que a mesma está em queda, confira se o layout, a programação ou as imagens não estão pesando muito. Se esse for o problema, adote um padrão mais simples e limpo.

Se a inimiga da velocidade for a quantidade de acessos simultâneos e/ou uso de recursos da hospedagem, você pode entrar em contato com o seu provedor para negociar a troca do seu plano, aumentando a performance.

Agora, se o problema não está nem no site e nem na quantidade de acessos simultâneos ou recursos, pode ser que a empresa de hospedagem não esteja prestando um bom serviço. Quando este for o seu caso, é melhor começar a procurar outra empresa e fazer a migração.

Conte com uma agência ou desenvolvedor profissional

Depois de ler todas essas dicas, algumas pessoas colocarão a mão na massa e farão elas mesmas a manutenção de seus sites. Muitas outras, no entanto, não terão tempo ou segurança para isso. Se esse for o seu caso, não arrisque. É melhor contar com especialistas na área.

Existem no mercado agências e profissionais que se especializaram em efetuar o monitoramento e a manutenção de sites, emitindo relatórios de desempenho e efetuando as correções necessárias. Pode ser uma opção bem interessante para deixar seu site funcionado perfeitamente.

Gostou das dicas? Então não as deixe apenas na teoria! Coloque em prática tudo isso que você aprendeu aqui e tenha um site de sucesso, sempre disponível para os seus visitantes.

Agora sim, você sabe como fazer manutenção de sites. Não deixe de compartilhar esse post nas redes sociais — pode ser que um amigo esteja precisando exatamente dessas informações!