O que é e como ser um Empreendedor Digital

É altamente provável que se você está aqui, é porque praticamente já decidiu que ter trilhar este caminho, mas deve ter ainda algumas poucas dúvidas sobre o que seja, os passos que precisam ser dados e as perspectivas que terá quando iniciar o trabalho. Pode ser também que você não saiba nada e só quer mesmo descobrir o que é o tal empreendedor digital, que tanto falam atualmente.

Também é importante destacar que este artigo vai abordar todos os aspectos que realmente devem ser considerados quando alguém opta por tornar-se um empreendedor digital, visto que muito do que há publicado por aí, trata apenas das vantagens, sem considerar que como tudo, há cuidados e precauções a serem observados.

O que é um Empreendedor Digital?

Quando se busca uma definição formal ou de dicionário para o verbete empreender, além de ideia de laborar ou trabalhar em algo, há também o conceito de dificuldade e talvez por esta razão que seja adotada em administração, para designar as pessoas que optam por trabalhar em algo de forma inovadora, independente, desafiadora, mesmo a despeito das aparentes e anunciadas dificuldades que surgem ao longo do caminho.

Assim, o conceito de empreender, mais do que simplesmente começar um trabalho em algo, pressupõe enfrentar desafios, deparar-se com o incerto e o duvidoso, fazer apostas e perseverar diante das agruras do negócio. As glórias e os benefícios vêm e tornam vantajoso o ato de empreender, porém as custas de trabalho, muito trabalho.

Todas as pessoas que resolvem iniciar um novo negócio, por conta própria, são empreendedores. Quando este negócio está fundamentado ou é bem caracterizado por atividades usando meios digitais, que tem na Internet a mais conhecida forma, fala-se que a pessoa é um empreendedor digital.

Vantagens das atividades de empreendedorismo digital

Costuma-se dizer que o brasileiro é um empreendedor nato, mas a verdade é que as condições econômicas variáveis e incertas ao longo dos últimos anos e a falta de uma perspectiva de estabilidade de longo prazo, forçaram muitas pessoas a se aventurar em iniciativas individuais, ou seja, forçou muitas pessoas a empreender. Ou seja, algumas vezes não foi uma questão de escolha, mas a única opção disponível.

Mas se por um lado o cenário estimulou o comportamento empreendedor, por outro há uma série de vantagens que fazem com que o prognóstico seja favorável àqueles que resolvem tornar-se empreendedores utilizando meios digitais. Eis os principais, de uma lista que pode ser bem extensa:

  • Investimento em infraestrutura – os negócios tradicionais, envolvem muitas vezes investimentos em aspectos tais como um lugar físico para desenvolvimento da atividade profissional. O mais comum, é um escritório ou ponto comercial e consequentemente aluguel, IPTU, água, luz, impostos, mobiliário, telefonia, acesso à Internet, etc. Boa parte dos empreendedores digitais conseguem desenvolver sua atividade em regime de Home Office e tal condição é altamente vantajosa;

  • Velocidade de montagem da estrutura – quando se opta por regimes digitais de trabalho, geralmente por utilizar de infraestruturas mais enxutas e na maior parte das vezes exigir apenas adaptação do ambiente doméstico, o inicio das atividades é muito mais rápido e exige menos trabalho;

  • Disponibilidade de informação – há atualmente muita informação disponível tanto em termos de atividades que podem ser desenvolvidas, bem como dicas, orientações, o que fazer, cuidados, etc;

  • Alcance / cobertura – Como prioritariamente utiliza-se a Internet para contatos, comunicação, divulgação e boa parte das ações, caem os limites e barreiras geográficas. Pode-se dizer literalmente que o mundo está ao seu alcance;

  • Disponibilidade de recursos e tecnologias – há muitas ferramentas que ajudam desde a criação de um site ou alguma plataforma na Internet, para fornecer informações sobre você, sua atividade, seu negócio, bem como aplicativos Open Source gratuitos, para melhorar sua produtividade e ajudar nas tarefas do dia a dia, como elaborar propostas, planilhas, gerenciamento de e-mails, agenda, etc;

  • Adesão aos meios digitais – as pessoas aderiram maciçamente aos meios digitais, o que significa dizer que boa parte dos seus potenciais clientes, fornecedores e parceiros, de alguma maneira usam a Internet, fazendo compras, informando-se, divertindo-se, comunicando-se, prestando serviços, etc;

  • Flexibilidade – pelo fato de muitas vezes as atividades poderem ser feitas em ambiente doméstico e a Internet “funcionar” 24 horas por dia, há a vantagem de poder utilizar horários alternativos e que são mais apropriados à disponibilidade de tempo de cada pessoa. Isso em muitos casos, quando há conciliação das atividades e boa administração do tempo, implica em qualidade de vida;

  • Ganhos – contrariamente a boa parte dos empregos convencionais – exceto em geral na área comercial – as possibilidades de ganho são variáveis e se o negócio já está constituído e é promissor, em teoria quanto mais empenho, mais retorno pode dar;

Características de um Empreendedor Digital

A princípio qualquer pessoa pode ser tornar um empreendedor, mas há características pessoais que favorecem os resultados. A seguir uma lista de algumas que são mais decisivas em relação à influência que têm nos resultados:

  • Responsabilidade – lembre-se que por menor que for o seu negócio, agora você é o dono do negócio e como tal deve ser capaz de assumir as responsabilidades, bem como as implicações que isso representa;

  • Organização – também como o item acima e porque geralmente no início trabalhará só, ser organizado acaba sendo exigência para conseguir lidar com todos os afazeres. Você será ao mesmo tempo o presidente, o vendedor, o técnico, a secretária e até a “tia do café”;

  • Decisor – é bastante oportuno ter confiança para tomar decisões. Muitas vezes progredir exigirá de você decidir entre duas ou mais alternativas ou caminhos e ser hesitante pode trazer problemas;

  • Empatia e habilidades interpessoais – em boa parte das atividades será exigido que você se relacione com as pessoas e o resultado disso estará intimamente ligado aos resultados do seu trabalho. É importante saber colocar-se no lugar do outro e como se comportar diante de todo tipo de pessoa;

  • Resiliência – você deve ser capaz de resistir, moldar-se e, sobretudo, recuperar-se das dificuldades que devem surgir. Deve também ser capaz de poder enfrentar jornadas de trabalho de 12 horas, 7 dias por semana, pois particularmente no início, este tipo de dedicação poderá ser necessária e constituirá sua rotina;

  • Disciplina – ter seu próprio negócio e ser seu próprio patrão, não é sinônimo de que tudo é permitido. Se por um lado você pode se permitir algumas exceções e atitudes que seriam inapropriadas em um ambiente organizacional tradicional, deve tomar cuidado para que as exceções não se tornem as regras e porque os resultados estão intimamente relacionados com o que e como você faz;

  • Abnegação – muitas vezes, principalmente no início, será necessário abrir mão dos próprios desejos, vontades e tentações, em nome do trabalho e das obrigações a ele relacionadas.

Dificuldades enfrentadas pelo Empreendedor Digital

Se por um lado há vantagens no trabalho como Empreendedor Digital, do outro há também dificuldades. Não existe nada que seja 100% positivo ou 100% negativo. Este inclusive costuma ser o principal fator de desmotivação de quem resolve empreender, seja no mundo offline ou no online.

É comum quando se pesquisa sobre o assunto, depararmos com muitos sites que apresentam a questão de forma tão fantástica e com perspectivas de sucesso tão grandes, que podem lhe fazer pensar porque você não começou antes ou o que o mundo inteiro está fazendo que ainda não estão todos empreendendo? Calma lá. É preciso pés no chão!

  • Ganhos – por mais fantástico que seja o negócio escolhido, você não começa ganhando milhões. Sempre busque informações precisas quanto a possibilidades reais de ganho;

  • Experiência – por mais que você tenha colhido informações, não tem experiência em relação a muitas das situações que irão ocorrer. Lembre-se que está adentrando em um mundo novo e assim problemas que lhe deixem sem saber o que fazer, vão ocorrer;

  • Ilusões – empolgação e entusiamo é bom em qualquer atividade. Mas iludir-se com promessas fantasiosas, pode trazer frustração se os resultados não vierem na medida esperada. Por isso, seja bem criterioso ao avaliar todos os aspectos;

  • Provisões – não contar com oscilações do mercado, bem como a sazonalidade que costuma afetar todos os setores, pode fazer com que você passe por apuros financeiros. Portanto, se possível, mantenha sempre alguma reserva para emergências e tenha um orçamento razoavelmente elástico;

  • Concorrência – ela existe em todas as áreas. Lembre-se que sempre haverá alguém disposto a fazer – ou pelo menos a dizer - mais do que você, cobrando menos. Esteja atento e tenha planos para reagir diante da concorrência;

  • Mercado – o mercado, em qualquer área é sempre muito volúvel e sujeito a condições diversas e adversas, sendo que algumas você não controla, como por exemplo, crises econômicas. Ter alternativas e planos de contingências ajudam a superar momentos como estes.

O que fazer para prosperar?

Nem mesmo os homens de negócio mais experientes e prósperos conseguem 100% de sucesso o tempo todo. Nem por isso deve-se deixar de cumprir algumas boas práticas e recomendações que certamente vão melhorar os resultados e como alguns dos acontecimentos se darão ao longo do trabalho. Abaixo algumas poucas dicas que visam melhorar as chances de sucesso:

  • Pesquisa – obter informação qualificada e em boa quantidade, ajuda a conhecer o mercado, necessidades, expectativas, desejos, dos clientes, que são a sua razão de ser. O “acho”, deve dar lugar ao “sei”;

  • Planejamento – é importante definir onde quer chegar, como vai fazer para chegar e quando pretende chegar. Tudo isso para não apenas sair vagando por ai. Os planejamentos devem ser feitos regularmente, inicialmente compreendendo períodos menores e aumentando conforme avança em experiência e atingimento de objetivos;

  • Prospecção – o “como” do item anterior, envolve um aspecto fundamental, que é a prospecção de clientes. Eles serão parte crucial do seu trabalho e, portanto, você deve destinar um bom tempo para definir meios de captar clientes com bom potencial;

  • Conhecimento – obter informações as mais variadas que forem possíveis a respeito de tudo. Conheça seus concorrentes, novidades, tendências, etc;

  • Controle e Medidores – coletar, armazenar, medir e tabular os dados relativos ao seu trabalho. Isso possibilita ter indicadores de desempenho, que vão lhe dizer se está evoluindo, estagnado ou decaindo;

  • Orçamento – tenha bem claro todos os gastos que você tem e controle mês a mês sua evolução, bem quanto você reserva para eles. Calcule com base nisso, uma margem que permitirá “ter fôlego” diante de imprevistos;

Os principais tipos de Empreendedorismo Digital

As possibilidades de ações envolvendo empreendedorismo digital, vão até o limite da criatividade humana e assim, pensar no que pode ser feito para empreender digitalmente, é um exercício de imaginação. Algumas das principais opções da atualidade, já foram abordadas quando tratamos de “Como ganhar dinheiro na Internet” e que pode ser muito útil nesta jornada em busca de maneiras de empreender.

Seja qual for a sua escolha, tenha em mente que independente da abordagem que for dada ao assunto, empreender digitalmente é apenas mais uma forma de desenvolver uma atividade profissional e como tal, exige seriedade, dedicação, compromisso e profissionalismo. Desconfie de coisas que pareçam demasiadamente boas e prometam-lhe o mundo. Tenha discernimento ao avaliar as opções e como elas se apresentam a você.

Na mesma medida em que se empenha, tende a colher bons resultados! Muita gente já os tem e há muitos casos conhecidos de grandes empresas que começaram assim. Você será o próximo?

Conclusão

Empreendedor Digital, é toda a pessoa que opta por descobrir novos caminhos e atuar em novas áreas por conta própria, utilizando os meios digitais - particularmente a Internet – para tanto. Os resultados podem ser tão bons quanto qualquer outra atividade profissional, dependendo do quão dedicado e sério você é em relação ao que faz.