Confira 8 dicas para escolher o melhor provedor de hospedagem de site

Um problema comum de todo novo empreendedor é como obter a visibilidade esperada para o seu negócio. Atrair novos clientes é um dos maiores desafios de quem está começando e a internet pode ser uma grande aliada para a sua empresa crescer. Porém, algumas outras dúvidas podem surgir. Por exemplo, como criar sua página e qual hospedagem de site escolher?

Existem vários serviços na web para hospedar um site, mas nem todos serão vantajosos para você e seu negócio. Para lhe ajudar a encontrar o melhor provedor de hospedagem, reunimos algumas informações valiosas neste post. Tome nota e boa leitura!

Por que devo me preocupar em escolher o melhor provedor de hospedagem de site

Antes de iniciarmos com as dicas, é importante que você esteja ciente do poder da internet nos negócios e como um site pode realmente atrair novos clientes para a sua empresa.

Segundo o PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), divulgada pelo IBGE em 2016, no Brasil existem mais de 100 milhões de internautas. Quase metade da população brasileira tem acesso à web, ou seja, são potenciais clientes navegando na rede.

Tendo esses números em mente, é fácil entender o potencial de negócios que a internet provê e parte do sucesso que seu site pode alcançar é devido ao provedor de hospedagem escolhido.

Agora que você sabe que precisa escolher o melhor provedor de hospedagem de site, vamos passar 8 dicas para saber escolhê-lo.

1. Planeje antes de buscar um provedor

Antes que você busque o melhor provedor de hospedagem para o seu site você deve ter em mente o que precisa. Existem vários tipos de hospedagem com as mais diversas configurações, e tudo vai depender de qual é a sua demanda.

Caso esteja começando ou já possua um site simples, com algumas páginas de informações e um cadastro de contato, você pode optar pela hospedagem de site compartilhada.

Como você está em busca do melhor provedor de hospedagem, essa primeira etapa é uma ótima oportunidade para falar com o provedor, descrever sua necessidade e/ou projeto e analisar se eles fornecerão ajuda necessária, pois se não derem apoio na compra, imagine no futuro, se precisar de suporte técnico.

2. Verifique a infraestrutura

Algo a ser verificado na contratação de um provedor de serviços de hospedagem de site é a tecnologia e a infraestrutura de hardware disponibilizada pelo fornecedor. Essas informações vão impactar diretamente no desempenho da solução ofertada, além da continuidade de seu funcionamento, diminuindo os riscos de paradas e perdas de dados para a sua empresa e, por isso, é tão importante ficar atento a esse item.

3. Analise as limitações de recursos

Ao realizar a contratação de uma hospedagem, você deve ficar atento às demandas de desenvolvimento de sua empresa. Os recursos geralmente são escaláveis. Porém, existem limitações em todas as opções de contratação. No momento de adquirir um plano de hospedagem, você deve verificar quais as opções de recursos estão disponíveis caso sua empresa cresça.

4. Esteja atento à disponibilidade

Uma das características mais importantes na hora de buscar por um provedor é a disponibilidade ofertada por ele. Em TI, disponibilidade é entendida como o tempo em que o recurso se faz disponível "Uptime", também conhecido como SLA (Service Level Agreement).

Quanto menor a disponibilidade, maior a chance de seu site ficar fora do ar e maiores as chances de você perder oportunidades de negócio. Sendo assim, busca sempre por provedores que ofereçam no mínimo um SLA de 99.5%.

5. Busque por suporte técnico

Seu site pode ficar fora do ar e você não vai querer ficar pendurado em uma linha telefônica por horas a fio para resolver um pequeno problema. O suporte é parte importante na hora de buscar uma hospedagem para que você não sofra com situações como essa.

É extremamente importante que você veja quais são os canais de contato que o provedor fornece suporte técnico, os mais comuns são Telefone, Chat, E-mail e Help Desk.

Você deve também ficar atento ao contrato ou termo de uso para verificar o funcionamento do suporte, cobranças à parte, tempo de resolução de chamados e outros itens fundamentais para a boa relação entre seu provedor e você.

6. Observe as tecnologias

Nem todos os provedores do mercado suportam as tecnologias que você pretende utilizar em seu site. Caso você crie uma página com alguma ferramenta não suportada, pode ser que a hospedagem contratada simplesmente não funcione.

Caso isso ocorra, trará uma enorme dor de cabeça, sendo necessário reformular o site ou contratar uma nova hospedagem que dê suporte às tecnologias empregadas. Observe o que o provedor suporta e busque sempre estar em contato com a área de suporte para evitar um problema como esse.

7. Consulte os meios de pagamento

Com a enorme oferta de provedores, existe também um grande número de meios e formas de pagamento. Pode-se conseguir bons descontos para pagamentos adiantados, por exemplo.

Ao realizar uma primeira contratação, verifique se o provedor possui dias garantidos para devolução do seu dinheiro. Caso contrário, evite o pagamento em longo prazo, pois pode ser que o serviço deixe a desejar e você tenha que rescindir o contrato. Após alguns meses de utilização e adaptação ao provedor, é interessante buscar pelos descontos de pagamentos em longo prazo.

8. Averígue as possibilidades

Com o tempo, pode ser que seu site cresça. No início, você pode querer apenas prover algumas informações simples e com o desenvolvimento do negócio passe a vender produtos ou prestar serviços avançados por meio do site.

Nesse caso, uma hospedagem compartilhada básica deixará de satisfazer todas as necessidades de seu negócio e será interessante para a sua empresa que opções avançadas estejam disponíveis no provedor para uma configuração mais adequada.

A escolha por um provedor é parte de uma estratégia de negócio de sucesso e um erro cometido por muitos empreendedores iniciantes é negligenciar esse fato simples.

Por isso, esteja sempre atento ao que está sendo oferecido dentro do preço cobrado. Escolher simplesmente por um provedor barato sem se ater às dicas aqui descritas pode colocar sua empresa em uma situação difícil.

Agora que você já sabe escolher um provedor de hospedagem de site, assine a nossa newsletter e receba informações exclusivas que vão levar seu negócio na internet a outro patamar!