Passo a passo de como fazer e-mail marketing. Aprenda agora!

Em plena era das redes sociais e dos aplicativos de mensagens, como o WhatsApp e o Messenger, o empreendedor pode se perguntar: “como fazer e-mail marketing pode ajudar minha empresa?"

Para responder esta pergunta é importante entender que, apesar do crescimento de novas mídias, o e-mail não perdeu espaço na vida do internauta. Pelo contrário, todos os serviços oferecidos online exigem que o usuário cadastre um endereço.

Isso mostra o que diferencia o correio eletrônico das outras maneiras de comunicação no mundo digital: a credibilidade.

Ficou curioso para saber mais sobre o e-mail marketing? Então, leia este artigo até o final!

Como fazer e-mail marketing vai melhorar suas vendas?

No começo da popularização da internet, as pessoas enviavam e-mails curtos, contendo textos pessoais. Porém, conforme a tecnologia foi evoluindo, enviar um e-mail tornou-se uma tarefa mais específica.

Em virtude dessa evolução, as empresas entenderam que essa era uma excelente forma de conversar com o cliente. Afinal, a abordagem era menos invasiva que o contato telefônico e muito mais barata se comparada às outras opções disponíveis na época.

Logicamente, nem todas as marcas souberam fazer um bom trabalho. Por isso, em 2004 surgiram leis nos EUA para combater o envio de mensagens indesejadas — que ficaram conhecidas como SPAM.

Contudo, hoje os profissionais de marketing atestam, por meio de diversas pesquisas, que o contato via e-mail ainda traz resultados positivos.

Um artigo publicado pela Radacati mostrou que uma mensagem enviada por e-mail tem cinco vezes mais chances de ser lida quando comparada a um conteúdo enviado pelo Facebook.

Em 2015, a empresa DMA revelou que o e-mail marketing pode ter um Retorno Sobre o Investimento (ROI) de até 3800%.  Esses dois estudos demonstram por qual motivo os profissionais de vendas ainda dedicam tempo e recursos em uma estratégia de e-mail marketing.

Como criar uma lista de e-mails?

A estratégia de marketing digital é sempre baseada em estudos. Por isso, empreendedores que decidem comprar listas de e-mails cometem um grave erro.

Como você vai obter retorno de uma campanha que foi direcionada a um endereço que pode ser falso? Como o leitor confiará na sua marca se o primeiro contato já foi invasivo?

Por isso, saber como fazer e-mail marketing é um assunto sério. As empresas optam por associá-lo às estratégias de Marketing de Conteúdo e Social Media.

O marketing de conteúdo é um aliado

O marketing de conteúdo tem como uma das metas atrair o público-alvo para seu site. Por isso, invista em conteúdos de qualidade para criar no internauta a motivação para que ele queira voltar ao seu site.

Além do mais, a estratégia de criação de conteúdo contempla vários estágios da jornada de compra e, logicamente, tem como objetivo a conversão do leitor em cliente.

O e-mail marketing também tem esse objetivo, por isso você pode integrar as duas estratégias.

Sabe aquele e-mail com desconto que você recebeu após desistir de uma compra? Então, esse é um exemplo de tentativa de conversão em um último estágio da jornada de compra.

O uso de CTA não pode ser ignorado

A chamada para ação ou Call to Action (CTA), em inglês, nem sempre é levada a sério pelos empreendedores. Todavia, é importante frisar que a prática é fundamental para direcionar o internauta para o objetivo da empresa.

Caso contrário, o leitor permanecerá para sempre nessa posição e seu site será apenas uma fonte de informação.

Planeje o design de seu site

Ainda com o objetivo de fazer com que o visitante informe seu endereço de e-mail, muitos desenvolvedores decidem colocar caixas de assinatura em locais estratégicos do site.

Os cantos do lado superior normalmente são escolhidos devido ao movimento natural dos olhos durante a leitura, da esquerda para a direita.

Se você ainda estiver desenvolvendo seu site ou pensando em modificá-lo, não deixe de ter em mente esse detalhe.

Outro ponto que merece cuidado é a criação de e-mails com design responsivo. Só em 2012 o aumento da abertura de e-mails em celulares havia crescido 80%. Em seis anos, com a popularização dos smartphones, já dá para perceber que esse resultado hoje é muito mais significativo, não é mesmo?

Desenvolva uma estratégia

Entenda que um e-mail marketing deve ter uma estratégia para aumentar seus leads e vendas. Por essa razão, ele deve estar alinhado com os objetivos desses dois times da empresa.

Crie conteúdos segmentados

Disparar e-mails sem direcioná-los de forma correta é um desperdício de recursos e oportunidade.

Imagine uma grande rede de roupas que envia cupons de desconto de moda feminina para leitores homens. Não faz sentido, não é mesmo? Pois, acredite, algumas empresas cometem erros semelhantes.

Provavelmente sua marca já possui estudos que mostram qual é o público-alvo da companhia. Basta que a equipe de marketing entenda quais são os hábitos de navegação desse segmento e quais conteúdos eles desejam ler.

Vamos agora a um checklist do que não pode faltar em sua campanha de e-mail marketing?

Quais as ferramentas recomendadas para começar uma campanha?

Você deve estar se perguntando: “quais são as ferramentas que eu preciso dominar para começar uma estratégia de e-mail marketing? ”.

A boa notícia é que os desenvolvedores criaram sistemas intuitivos. Desse modo, qualquer pessoa pode gerenciar suas campanhas de e-mail marketing. Selecionamos três que podem lhe ajudar, veja só!

1. E-Goi

Essa ferramenta criada em Portugal tornou-se uma das mais recomendadas no Brasil. Como fazer e-mail marketing é um assunto sério, tomamos cuidado para sugerir um sistema que atenda todas as fases do funil de vendas. Esse é o caso do E-goi.

É possível utilizar o E-goi para disparar e-mails gratuitamente para uma lista de até 5001 contatos.

2. Mail Chimp

Provavelmente uma das soluções mais populares na hora de responder à pergunta: “como fazer e-mail marketing?”. Seu design intuitivo facilita a criação de e-mails, tornando-se uma ferramenta bastante acessível.

Outro ponto de destaque é a sua excelente taxa de entrega. É possível começar a dar os primeiros passos no Mail Chimp de forma gratuita, caso sua lista de contato seja de até 2 mil clientes.

3. Aweber

Aweber é uma das ferramentas mais utilizadas em todo o mundo. Oferece um sistema de trabalho bem completo, o que pode exigir um pouco mais de experiência em Marketing Digital.

Como vimos neste post, fazer e-mail marketing é uma excelente estratégia para aproveitar as possibilidades do ambiente digital para aumentar suas vendas.

Agora que você entendeu como fazer e-mail marketing, que tal entender quais as características que seu site deve ter para que ele se torne um campeão de vendas? Boa leitura!