O que é QR Code? Como e por que usar?

Você até pode não saber do que se trata – afinal é por isso que está aqui – mas certamente você já o viu em algum lugar ou mesmo em muitos, sem saber do que se tratava. Alguns costumam até dizer que achavam se tratar de alguma forma de arte abstrata, já que são estampados em camisetas e até mesmo tatuagens, mas na verdade os QR Codes vêm ganhando cada vez mais espaço, importância e com criatividade têm sido usados para muitos fins. Chega de papo e vamos descobrir o que é QR Code?

O que é, como e por que surgiu o QR Code?

Surgiu no Japão na década de 90, e consiste de uma tecnologia criada por uma empresa subsidiária da Toyota – a Denso-Wave – e cuja proposta inicial era facilitar o rastreamento de peças automotivas que eram utilizadas nas unidades fabris da montadora.

Até mesmo a sigla que representa seu nome, indica que ele nasceu com ideia de facilitar processos aos quais ele está associado – Quick Response Code, ou seja, código de resposta rápida em português.

O conceito é similar ao que as pessoas já estão mais familiarizadas e que é o código de barras, usado nas etiquetas e embalagens dos produtos que compramos e que facilitam quando vamos passá-los no caixa. A diferença é que o QR Code é bidimensional, em contraposição ao código de barras, que é unidimensional.

Ou seja, a disposição dos elementos gráficos que correspondem aos dados contidos no código, é feita na vertical e horizontal e ao invés de barras, temos quadrados. Por essa razão, alguns também referem-se ao QR Code, como código de barras 2D.

Da mesma forma como os populares códigos de barra, há diferentes tipos de QR Code, sendo que geralmente até a versão mais simples é capaz de armazenar um volume muito maior de dados. Além disso, os antigos códigos de barras armazenam apenas números, enquanto que um QR Code pode armazenar, números, letras, espaços e alguns caracteres especiais ($, %, *, +, -, ., /,...), códigos binários e até mesmo o Kanji e Kana, que são os ideogramas da língua japonesa.

Cada QR Code em sua versão, corresponde a uma matriz quadrada e, portanto, com o mesmo número de linhas e colunas. Na primeira e mais simples versão, é uma matriz quadriculada de 21X21 e na última (versão 40) e que comporta maior volume de dados, são 177 linhas por 177 colunas.

Na versão 40, é possível armazenar até 7089 números, ou 4296 caracteres, ou 2953 bytes, ou ainda até um máximo de 1817 caracteres (ideogramas) japoneses.

Mas se não bastasse tudo isso, o QR Code foi idealizado de modo que até mesmo na situação em que esteja parcialmente danificado, possa ser lido. Para tanto, foi incluso redundância, o que faz com que certas informações são inseridas de forma duplicada e assim no nível máximo de correção de erros, é possível se ter acesso aos dados contidos no código, com até 30% de sua área danificada ou ilegível.

Embora existam patentes registradas por parte da empresa criadora, ela optou por não cobrar pelo uso da tecnologia associada e ao invés disso, atualmente está disponível em caráter gratuito e open source.

Como ler um QR Code?

Ao contrário dos tradicionais códigos de barra unidimensionais, que exigem um scanner próprio para leitura, o QR Code pode ser lido por praticamente qualquer aparelho celular moderno, com uma câmera razoavelmente boa e um aplicativo.

Nas lojas de aplicativos para Android, iPhone e até mesmo Windows, há apps gratuitos que usam a câmera do aparelho para efetuar a leitura e identificação do conteúdo correspondente ao QR Code.

Aqueles que ainda não vislumbraram as possibilidades que o QR Code pode proporcionar, podem imaginar: “Por que eu iriar querer ler um QR Code?”. Por que há uma ampla gama de possibilidades associadas ao conteúdo de um QR Code, cujos limites estão mais ligados à criatividade, do que as suas possibilidades propriamente ditas.

Aplicações do QR Code

Em função de suas características que possibilitam armazenar variedade e quantidade de dados, tem surgido um número grande de utilizações práticas, com evidentes benefícios em muitas áreas, especialmente nas empresas de tecnologia, muito em parte por sua natureza criativa.

É possível codificar uma URL, ou seja, um endereço de acesso a qualquer site na Internet. Desta forma, inicialmente material publicitário impresso de todo tipo, começou a conter o QR Code que levava ao site da empresa ou do produto anunciado. Esse foi só o começo. Hoje, um QR Code pode levar a sites de promoções, hotsites, landing pages e tudo que o Marketing Digital conseguir imaginar para engajar as pessoas.

O QR Code saiu do papel e ganhou as telas. Há países em que se popularizou a inserção de um QR Code no comercial de um produto exibido em TV e basta que o usuário aponte seu aplicativo de leitura para o código, para imediatamente acessar a loja virtual em que o produto pode ser adquirido. Promoções, cupons de desconto e por aí vai.

Muitas organizações já produzem cartões de visita em que de um lado constam os dados que eles tradicionalmente sempre tiveram e no verso do cartão, um QR Code correspondente ao vCard (cartão virtual), ou seja, com nome e sobrenome, cargo, empresa, número telefônico, e-mail, endereço do site institucional, endereço físico da empresa.

Ao ler o vCard, automaticamente você tem todos estes dados inclusos na sua agenda de contatos, bastando confirmar a sua inclusão, dispensando uma digitação que além de inconveniente, pode conter erros, dado o tamanho de um teclado virtual de um smartphone. Tempo, exatidão e facilidade!

Você pode criar um convite virtual para um evento da sua empresa e mandar para os convidados via e-mail, com um QR Code com informações de data, horário e um endereço, que pode ser automaticamente aberto no Waze ou Google Maps.

Criou vídeos, tutoriais, webinars e tem tudo isso em seu canal no YouTube, Vimeo ou outra ferramenta? Você pode gerar o QR Code correspondente a URL e enviar na newsletter que é remetida aos seus cadastros e rapidamente eles podem ver tudo em seus smartphones.

Convide as pessoas para conhecer a nova versão mobile do seu site, fornecendo o QR Code correspondente no e-mail Marketing que você dispara rotineiramente. Lançou um aplicativo e quer que as pessoas o encontrem de maneira rápida e fácil na loja de aplicativos. Crie um QR Code!

Que tal conseguir seguidores, curtidas e compartilhamento de conteúdo relevante que você produz, nas redes sociais, bastando que um QR Code seja lido? Sim, isso é possível também!

Enfim, todo tipo de informação que pode ser interessante de ser acessada por um smartphone e que pode ser codificada em um código de barras 2D, é uma oportunidade de aliar criatividade e produzir uma oportunidade.

Como crio um QR Code?

Há programas que podem ser instalados no seu computador, no smartphone e até mesmo sites geradores de QR Code destinados a um simples endereço de site, ou um vCard, texto simples, endereço de e-mail e várias outras coisas.

É possível achar versões gratuitas destes programas, as quais podem ter algumas limitações, mas que podem atender suficientemente bem, dependendo da sua necessidade.

Já as opções pagas, oferecem uma gama bem mais extensa de possibilidades, incluindo vários formatos finais (HTML, PNG, Tiff, SVG, etc) da imagem que contém a informação. Recomenda-se optar pelo formato de imagem PNG, visto que ele permite redimensionar a imagem sem que se perca a definição.

Quanto mais legível e de um tamanho razoável, melhor para uma rápida leitura por parte dos dispositivos, principalmente no caso do mesmo constar em material impresso.

Há ainda programas em que se pode até mesmo escolher a versão (menor ou maior matriz) do QR Code gerado e ainda incluir imagens de fundo, como por exemplo, o logo da empresa, o que pode ser um atrativo, como também um problema, visto que alguns dispositivos com câmeras de pior qualidade, podem apresentar dificuldade para leitura.

Agora que você aprendeu o que é, que tal imaginar como usá-lo para potencializar os meios pelos quais as pessoas chegam e se relacionam com você?

Conclusão

O QR Code é uma tecnologia que permite codificar informação ampla e diversificada, de forma que ao ser lida de maneira rápida produza um resultado. QR Codes têm aplicações diversas e que dependem mais da criatividade em utilizá-los, do que do seu alcance propriamente dito.

Comentários ({{totalComentarios}})