O que fazer para ser um Influenciador Digital?

Ao longo da história da humanidade vimos uma série de atividades profissionais que simplesmente desapareceram em função da mudança das necessidades e das tecnologias que surgiram, como por exemplo, a atividade de telefonista. Por outro lado essa mesma evolução que fez com que algumas atividades deixassem de existir, fez nascer novas formas de trabalho. Entre as mais recentes e de maior destaque, está o Influenciador Digital. Você quer saber o que fazer para se tornar um influenciador digital? Então acompanhe este artigo até o fim.

O que é um influenciador digital?

Tentar achar definições ou explicações para o que é um influenciador digital, pode não ser algo tão simples, isso porque consiste de uma atividade muito nova em termos de características e que quebra velhos paradigmas de como um atividade profissional deve ser.

Mais do que isso, tornar-se um influenciador digital não é meramente uma questão de desejo. Uma pessoa assume a condição de ser capaz de influenciar outras pessoas, porque ela é digna de admiração, de crédito, de respeito, porque é competente naquilo que faz, porque de alguma maneira pode contribuir para com o seu público e por estas razões, em maior ou menor grau, seus seguidores consideram importante as mensagens transmitidas.

A influência digital não é algo exclusivo da Internet e das redes sociais e das diversas mídias. Ela é até certo ponto muito próxima da influência que existe na vida real e que se dá quando o profissional é qualificado e seu trabalho é reflexo de quem ele é.

A diferença é apenas um meio pelo qual essa influência acontece. Além disso nos meios digitais o influenciador tem uma evidência e projeção com maior alcance e abrangência.

Influenciar pessoas é também resultado do que você pensa, do que você faz e de como você contribui para as coisas acontecerem, para o benefício de outras pessoas e para o mundo. A pessoa naturalmente assume o papel de influenciador, quando o que ela mostra para sua audiência, agrega valor em algum ou muitos níveis.

Como ser um influenciador digital?

Você já se perguntou porque quer ser influenciador digital? Se a resposta é unicamente: “quero ser famoso”, cuidado! Não há problema em ser famoso, mas esse não deve ser seu objetivo. Ele deve ser consequência do trabalho que você faz, que deve ser consistente, digno de merecimento e reconhecimento e até admiração. Sobretudo deve ter utilidade, exatamente como acontece com um profissional competente de qualquer área do “mundo real”.

Inclusive, um influenciador pode ter – e muitas vezes tem – uma outra profissão tradicional. Ele pode ser um médico, um engenheiro, um matemático, ou qualquer outro profissional, desde que ele tenha algo para oferecer de uma forma diferenciada, com qualidade no conteúdo e forma que apresenta e que prenda a atenção do seu público.

Outro aspecto que merece destaque, é que você não deve iniciar a jornada como influenciador porque acredita que esta atividade vai lhe trazer o benefício de trabalhar quando quer e como quer.

Parte significativa de sucesso vem de você encarar com profissionalismo e como qualquer outra atividade, ou seja, com planejamento, traçando metas e objetivos e os meios para alcançá-los, desenvolvendo-se, aprimorando-se e buscando sempre oferecer um conteúdo mais relevante, interessante, atrativo e único.

Busque algo que você sabe fazer como poucos. O talento ou habilidade que te credencia a ser influenciador digital, podem ser os mais variados. Você tem que estar apto reconhecer qais são esses talentos, ou seja, aquilo que você vai explorar de forma única para atrair a atenção da sua audiência.

Mas independente do quão bom você é em algo, a atenção com a qualidade e quantidade do conteúdo é fundamental para que você consiga fidelizar pessoas.

Você pode por exemplo, ter a sorte de produzir um vídeo que viralize e que atraia um grande público, mas primeiro que essa não é regra e sim a exceção. Em segundo, se o restante do seu conteúdo não é igualmente atraente, você não vai conseguir evoluir.

O candidato a influenciador precisa ter qualidades e essas qualidades precisam ser evidentes naquilo que ele faz, na forma como ele se mostra nas suas redes sociais, como ele se comunica e a partir de então ele adquire naturalmente uma ascendência sobre as demais pessoas a partir de suas opiniões, suas ideias, seu estilo de vida, enfim tudo que ele faz, passa a ser referência, modelo e assim que se dá a influência.

Dicas para ter sucesso como influenciador digital

A partir da observação do que fizeram muitos influenciadores de sucesso, é possível encontrar lições e aprendizado úteis relativo ao que deve ser feito para se obter sucesso. Saiba que existe um longo caminho para ser corrido e muito trabalho, afinal é uma atividade profissional como qualquer outra. Mas ao invés de apenas começar e cometer erros e acertos, você pode encurtar o caminho aprendendo com quem já o percorreu:

  • Em que plataformas pretende atuar (Instagram, Youtube, Facebook, etc)?;

  • Que tipo de conteúdo você vai oferecer? Com que frequência haverá novo material? Com que profundidade abordará os temas apresentados? Responder a este tipo de perguntas, ajuda a elaborar um plano de trabalho capaz de prover o conteúdo criado;

  • Assuma e viva um personagem: o professor, o personal trainer, a consultora de moda, enfim, o profissional que está lá para apresentar o conteúdo. Não significa abandonar quem você é, mas personificar o “especialista” que existe dentro de você;

  • Também é importante seguir a sua intuição, bem como aquilo que te dá prazer, satisfação e que mostra o que você é. Nem tudo são regras e rigor. Ser natural e espontâneo, é parte do processo de conquista;

  • Você deve saber identificar o que se aplica a você e o que não se aplica. Não tente apenas copiar quem teve sucesso, se isso significar sair de sua natureza, do contrário os resultados naturalmente não serão os mesmos;

  • Importante diferenciar e saber segmentar bem, ou seja, não queira abraçar o mundo. Procure nichos de mercado para atuar;

  • Não seguir dicas orientações e passos de terceiros que já percorreram os mesmos caminhos, não implica que você não vai ter sucesso. Pode apenas retardar a obtenção dos seus resultados ou significar enfrentar novos desafios;

  • Quanto mais consagrado é o seu trabalho, ou seja, mais seguidores você conquista, mais difícil é você mudar os rumos do trabalho que vem fazendo e que te trouxeram até aqui. Cuidado com mudanças repentinas de direcionamento;

  • Quando você constrói uma imagem ao longo do tempo é difícil mudá-la. É assim na vida real, como é também no plano digital;

  • Importante e contribui estar presente em todas as redes sociais possíveis: Twitter, Facebook, Instagram, YouTube, Pinterest, etc. Não significa que você deve atuar de igual maneira em todas estas frentes, mas que você deve ser capaz – tanto quanto possível – de fornecer meios de comunicação com audiências de diferentes perfis. Com o tempo e evolução, você seguirá aquela com qual tem melhores resultados e afinidades;

  • Cada mídia tem um conjunto de perfis predominantes. Assim, por exemplo, há influenciadores digitais que são bastante fortes no Facebook, o qual tem uma audiência específica preponderantemente constituída por pessoas mais velhas e de um poder aquisitivo maior, o que as marcas de muitos anunciantes valorizam;

  • O conteúdo é bastante valorizado, portanto, cuidados com apresentação e exposição do conteúdo que você cria é fundamental. Boas imagens, bons vídeos, bom áudio, tudo isso conta muito. Alguns pequenos problemas podem ser admissíveis, mas se por exemplo, um vídeo com mal áudio é publicado, provavelmente lhe dará um baixo retorno;

  • Você é aquilo que as pessoas veem. Ninguém volta de duas horas de academia e vai tirar uma foto, ou gravar um vídeo, a não ser que o assunto seja esse. Portanto, não seja negligente com a imagem que você transmite de si próprio. Pessoas gostam de compartilhar conteúdo bonito e agradável;

  • Cuidado ao indicar produtos e serviços. Os seguidores sabem distinguir quando você faz publicidade de algum produto ou marca e não há problema algum quanto a isso. O problema acontece quando o produto / serviço em questão não é bom como você divulga. Apenas oferte o que você de fato consome e acredita;

  • Se você cria uma lista de dicas boas, efetivas, reais e honestas, relativas a um produto ou serviço, mesmo que uma dica patrocinada conste em meio as demais, ela costuma ser considerada pela audiência, desde que observada a condição da dica acima;

  • Não mude sua personalidade, sua imagem, seu comportamento como influenciador digital para se adaptar a uma marca ou uma publicidade que você está fazendo de uma empresa / produto. Os seus seguidores sabem identificar quando isso acontece e você acaba perdendo credibilidade;

  • Busque a originalidade. Fazer o mesmo que 9597 pessoas já fazem, vai torná-lo apenas mais um, a não ser que o modo como você faz e sua contribuição sejam muito melhores do que todos os outros.

Conclusão

Ser influenciador digital, é optar por realizar uma atividade profissional como qualquer outra, desde que assim como ocorre com profissões tradicionais, exista consistência no trabalho feito, profissionalismo, responsabilidade, planejamento, aprimoramento e tudo o que se espera de um trabalhador do mundo real. O sucesso da atividade e o indicador do quão bom foi seu trabalho, vem na medida da fidelidade e crescimento da sua audiência.