O que é SEO Off Page?

“Falem bem, falem mal, mas falem de mim!”. Esse é um antigo dito popular, que normalmente é proferido por aqueles que gostam ou desejam ser o centro das atenções. Naturalmente que ninguém em sã consciência gosta que sejam ditas coisas negativas a seu respeito, mas a ideia por trás disso, é o quanto importa que terceiros manifestem-se sobre você, sendo um indicativo da sua relevância em algum cenário ou esfera, mesmo que momentaneamente.

A analogia associada ao universo digital, mais propriamente sites de Internet, tem o mesmo significado, ou seja, quando outros sites ou fontes externas ao seu próprio site referenciam o seu, isso ajuda no processo de construção da sua relevância, através do que se conhece como SEO Off Page. Quer saber melhor o que é e como isso lhe ajuda? Então continue conosco!

Entendendo o SEO Off Page

A grosso modo, o que a maioria das pessoas conhece como SEO, pode ser dividido em SEO On Page e SEO Off Page.

O SEO On Page, é o que é mais praticado pela grande maioria das pessoas e empresas. É natural que seja assim, pois consiste do conjunto de ações, técnicas e práticas aplicáveis ao site e tudo que ele envolve e que estão sob o controle de quem administra o site.

Já o SEO Off Page, refere-se a tudo que ocorre fora do site, ou seja, em outros sites, blogs, redes sociais ou quaisquer outros tipos de site ou serviço na Internet e que faz referências ao seu site. Por consistir de ações externas ao site e conduzidas por terceiros – sem o controle do seu administrador – chama-se SEO Off Page.

A lógica por trás disso, é intuitivamente simples, assim como é na vida real e no dito que abre este artigo. Se há muita gente falando de algo ou alguém, deve ser importante, deve ser popular, deve ser interessante. Os mecanismos de busca, como o Google, encaram da mesma forma e, portanto, se muitos sites “falam” do seu site e quanto mais “falam”, maiores as chances que o seu site seja relevante.

Obviamente o meio de algum site “falar” de outro, é através de links. Por exemplo, quando um blog insere um link em uma de suas postagens, para um outro blog ou site externo, dizemos que foi inserido um link externo, com transferência de autoridade para o site ou blog de destino.

Já quando recebemos visitantes oriundos desses links contidos em outros pontos da Internet, dizemos que temos links de entrada, já que esse foi o meio pelo qual um novo visitante entrou em nosso site.

O grande desafio do SEO Off Page, é justamente conseguir esse contingente de links que apontam para nosso site. Mas não basta haver quantidade. É preciso ir um pouco além.

Quando o SEO Off Page dá resultados?

Voltando ao dito popular, os mecanismos de busca, utilizam o lado positivo da popularidade que seu site aparenta, para melhorar seu ranqueamento. Especialmente no caso do Google, o algoritmo do buscador, é suficientemente desenvolvido e inteligente para avaliar um conjunto bastante extenso de critérios que vão resultar no seu posicionamento.

Para que fique claro o grau de profundidade com que o mecanismo de busca mais popular do mundo consegue avaliar o que a princípio é apenas um indício, imagine que você faça uma pergunta em uma sala de aula sobre um assunto qualquer e você tem diferentes respostas, vindas de alguns outros alunos e do professor titular da cadeira. Em qual das respostas você tende a confiar? A provável resposta, é a que foi dada pelo professor!

Pois o Google usa o mesmo critério, ou em outras palavras, sites que referenciam o seu e que têm maior autoridade, relevância e ranqueamento, tendem a ser mais importantes do que a quantidade de sites pequenos e pouco relevantes com links apontando para o seu, os chamados backlinks.

E a coisa não para por aí. Outros fatores também são avaliados, pois se mesmo um link externo de peso traz visitantes ao seu site, mas eles não ficam muito tempo na página e tampouco navegam em outras páginas do site, é um indicativo de que apesar do link, o conteúdo não cumpre adequadamente o seu papel e a isso se chama taxa de rejeição.

A lição imediata disso, é que o melhor trabalho possível de SEO Off Page, não é eficaz se não houver um bom trabalho interno, orientado ao conteúdo.

A relação entre os assuntos contidos nos sites de origem e destino, a autoridade que o site externo tem sobre o assunto, a quantidade de compartilhamentos e curtidas nas redes sociais e até mesmo a quantidade de vezes e por quantos sites diferentes você é referenciado, convertendo-se em acessos que permanecem no site e continuam a navegação nele, fazem parte da longa lista de itens que o Google avalia e que referem-se ao SEO Off Page.

Assim, o profissional ou grupo de pessoas que desenvolvem as ações de Marketing Digital da empresa, precisam adotar uma visão mais ampla e integrada ou holística de tudo que é relevante e que reverte-se em uma presença digital realmente efetiva.

Como usar o SEO Off Page?

No passado, visando melhorar o posicionamento, táticas como a troca de links com diversos sites ou a criação de vários sites pertencentes a uma mesma pessoa / empresa, nos quais eram inseridos links para o site alvo, era comum. No entanto, a inteligência artificial associada ao mecanismo de indexção do Google, é capaz de identificar esse tipo de prática e ao invés de melhorar o posicionamento, penaliza o site que adota tal prática.

A esta altura, alguns fatores que influenciam favoravelmente as estratégias de SEO, já devem estar razoavelmente claros para a maioria. No entanto, a fim de que não restem dúvidas, vamos listar as ações que podem ser desenvolvidas com resultados bastante positivos:

  • Guest Posts – guest é a palavra para convidado e neste caso, postagens como convidado em outros sites ou blogs, com uma natural referência para seu site, é uma prática indicada. Ressalva-se que é importante a autoridade sobre o assunto no site em que é convidado, bem como a relação entre assuntos do site origem e destino;

  • Redes Sociais – as redes sociais têm tido efetiva relevância na consideração por parte dos mecanismos de busca. Assim, links contidos nelas são importantes, bem como o volume de compartilhamento e de likes que recebem. Produzir conteúdo para redes sociais que tenha potencial de viralizar, bem como seja útil e interessante, é uma boa prática;

  • Autoridade – os backlinks conseguidos devem ser em sites / blogs que tenham relevância e autoridade em relação ao assunto que abordam. Sites com muitos acessos e bem ranqueados, conferem mais importância aos links de entrada;

  • Marketing de Conteúdo – não descuide do conteúdo do site. Os visitantes trazidos pelos links de entrada, devem ter motivos para consumir o que você tem, pelo interesse que geram, pela qualidade e diversidade do conteúdo e pelo atendimento de necessidades e desejos do público-alvo;

  • Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo – seja para trazer visitantes e que é parte do trabalho de SEO On Page, mas também para gerar interesse para guests posts, redes sociais e outras ações espontâneas e naturais dos visitantes, como o compartilhamento de um post, por exemplo;

Portanto, embora possa-se pensar que o SEO Off Page é uma condição mais passiva, fica claro que uma confluência de fatores, todos eles promovidos por quem administra o site e os planos de Marketing Digital, são capazes de melhorar as ações externas ao site com o objetivo de melhorar sua popularidade perante a Internet.

Conclusão

O SEO Off Page é parte importante do trabalho de SEO e mesmo que em uma primeira análise pareça ser algo alheio às competências do Marketing Digital, na verdade consiste de uma abordagem estratégica e bem integrada ao todo do trabalho de SEO.

Comentários ({{totalComentarios}})