O que são os Rich Snippets e sua importância em SEO?

Todo mundo que busca fazer um trabalho de SEO consistente e com profundidade, em algum momento vai se deparar com os rich snippets.

É mais um dos muitos recursos que o Google criou objetivando oferecer resultados melhores a quem realiza uma busca na sua popular ferramenta e que depois foi seguido também pelo Bing e Yahoo!.

Adequar seu site para ser elegível a figurar nos resultados da busca com rich snippets, pode ser decisivo, mas para tanto, é preciso compreender o que é e o que precisa ser feito.

O que são rich snippets?

Rich Snippets são um recurso que faz uso de marcação em dados estruturados para identificar e exibir informações nas páginas de resultado dos motores de busca, as SERPs.

Dito dessa forma, ainda é incompreensível para muita gente.

Mas quando se faz uma pesquisa no próprio Google e se observa a página de resultados, começa a ficar mais claro.

No exemplo abaixo, entre os resultados orgânicos da busca, aquele que corresponde à Editora Jus Podivm é exibido com certo destaque em relação aos demais, pois contém a data de edição do livro, a classificação (em estrelas e por nota) por parte dos visitantes, a quantidade de comentários, o valor e disponibilidade.

Rich snippets nas SERPsAs informações exibidas caracterizam um rich snippet.

Rich em português, é rico. Snippet, é fragmento. Ou seja, um fragmento rico e como refere-se a informações, é um fragmento rico de informações sobre o termo pesquisado, que no caso do nosso exemplo, é mais informativo que os demais resultados exibidos na página de resultados.

Dependendo dos termos pesquisados e a que tipo de conteúdo ele se relaciona, uma SERP pode não exibir nenhum fragmento rico, ou outros tipos e formatos de dados, como imagens por exemplo.

Como funcionam os rich snippets?

Embora tenha sido criado pelo Google, outros mecanismos de busca são aptos a usar tal funcionalidade, uma vez que criou-se um padrão, cuja documentação é acessível no site do Schema.org.

A ideia baseia-se em utilizar o trabalho que os robôs de internet já fazem de indexação do conteúdo das páginas de cada site, mas utilizar uma marcação específica feita na estrutura de dados, de forma a identificar e compreender essa marcação e categorizar os dados associados, para sua posterior exibição nas páginas de resultados das pesquisas.

É importante lembrar que o HTML, o qual continua sendo a linguagem responsável por “construir” as páginas, é uma linguagem de marcação, por meio das tuas tags.

Assim, o que o padrão instituiu, usa a mesma lógica e métodos já presentes na criação de páginas web usando o HTML.

Quando o robô do Google (googlebot) – e dos outros mecanismos de busca – visita cada página que é indexada, ele encontra muito conteúdo, o qual é submetido a algoritmos dotados de Inteligência Artificial e que categorizam toda essa informação para posterior exibição nas páginas de resultado para cada busca orgânica.

Ao conferir uma marcação especialmente criada, a classificação desse conteúdo é facilitada, quanto ao tipo de página (notícia, artigo, receita, produto, loja virtual, etc), tipo de conteúdo e detalhes (autor, título, data, descrição, etc) relativos ao conteúdo, graças à estruturação dos dados.

Dados estruturados, permitem que os mecanismos de busca enriqueçam a exibição de informações nos resultados das pesquisas, até mesmo com imagens e outros conteúdos.

Como implantar rich snippets no meu site?

Essa é a pergunta que todo dono de site quer respondida quando descobre o que é um rich snippet.

De modo objetivo, inserindo mais código no HTML de cada página.

Se você tem um programador que cuida do seu site, ele não deverá ter dificuldades técnicas, exceto e eventualmente bastante trabalho manual.

O próprio Google oferece uma página para as marcações relativas aos tipos de conteúdo e dados – chamada Galeria de Pesquisa – que você tem no seu site, bem como uma ferramenta para testar se a marcação e estrutura dos dados está correta.

Assim, no link relativo aos tipos de dados, encontramos os passos necessários para cada categoria de informação, tipo de página e o resultado visual dos rich snippets ao lado.

Já na ferramenta de teste, é possível colar o código de cada página em que a marcação foi incluída, ou caso ela já esteja publicada, apenas informar a URL correspondente.

Agora se você usa um CMS, o trabalho pode ser muito mais simples. Vários dos melhores CMSs têm plugins que facilitam muito, como é o caso do WordPress, para o qual existem algumas opções de plugins.

No entanto, é muito importante destacar que efetuar o trabalho de marcação de dados estruturados, não é garantia de que as páginas alteradas quando exibidas em uma SERP, aparecerão no formato de rich snippet. O Google usa critérios próprios e desconhecidos – assim como os fatores de ranqueamento – para determinar quais resultados aparecem com “fragmentos ricos”.

Tipos de Rich Snippets

Os tipos de rich snippets estão intimamente relacionados com o tipo e formato de conteúdo que você tem no site e naturalmente de acordo com o site também.

Assim, se por exemplo, você tem um vídeo em uma página e implementa a marcação no conteúdo correspondente, um thumb ou miniatura do vídeo pode aparecer na SERP. Fotos, logos e diversas informações podem dar destaque ao rich snippet.

Ao acessar a Galeria de Pesquisa, é possível visualizar os tipos possíveis.

Para cada tipo, além de ser possível visualizar a aparência que o snippet assumirá, há um botão de “primeiros passos”, com exemplos e informações importantes para a sua implementação.

A variedade de tipos, é extensa e a diferenciação visual que acompanha cada tipo, pode ser importante até mesmo para determinar os tipos de conteúdo que você produzirá para as páginas e como consequência, que tipo de diferenciação visual terá na página de resultados da pesquisa.

Importância dos rich snippets em SEO

Já deve estar claro para a maioria, qual a vantagem principal dos rich snippets.

Entre um resultado “normal” e um que contenha um rich snippet, há maiores chances do segundo ser o escolhido, pois além de exibir informações adicionais que geralmente o usuário tem interesse, também recebe um destaque visual, que pode estimular o clique.

Ao receber mais cliques, além de atingir o objetivo que todo site que conste nas SERPs tem, que é a visita, o aumento na taxa de cliques em relação ao número de exibições, consiste em um indicativo positivo para o buscador para o próprio buscador.

Visitantes conseguidos via rich snippets em termos gerais estão associadas a menores taxas de rejeição, maiores taxas de conversão, bem como maior tempo médio de permanência na página, mais visualizações de páginas e mais engajamento.

Ou seja, por meio de melhoria de alguns fatores de ranqueamento, as visitas obtidas por cliques em rich snippets tendem a contribuir para um melhor posicionamento orgânico ao longo do tempo.

Conclusão

Rich snippets ou fragmentos ricos, são um recurso usadps pelos mecanismos de busca, que dão destaque a determinados resultados das buscas, contribuindo para os usuários e os respectivos sites.

Comentários ({{totalComentarios}})