Como pesquisar no Google?

Se você esta aqui, é porque em algum momento fez uma pesquisa no Google por um dos muitos assuntos que temos neste blog e acabou nos conhecendo. Todo mundo usa o Google quando quer encontrar algo na Internet e, portanto, querer “ensinar” alguém como pesquisar no Google, parece pretensioso e desnecessário. Mas de fato as pessoas sabem pesquisar no Google?

O básico, sim. Mas estamos falando de pesquisas mais específicas e por esta razão que preparamos este guia com dicas que vão ajudar muito a achar o que você busca na Internet!

Por que usar outras opções de busca no Google?

Pode-se dizer que o Google é muito “inteligente”. Boa parte das pesquisas que fazemos nos dá os resultados que esperamos. Isso é fruto de um algoritmo que vem sendo constantemente aperfeiçoado, associado a Inteligência Artificial, Machine Learning, atuando sobre gigantescos bancos de dados que também tem as informações organizadas de acordo com um pente fino feito em todo site que tenha conteúdo público.

Mas nem sempre é assim. Algumas vezes buscamos certos assuntos e não encontramos exatamente o que queríamos ou o resultado não está logo na primeira página. Para situações como esta, em que a busca semântica – que envolve o significado e contexto – não consegue “adivinhar” o que você queria, você precisa dar uma mãozinha ao Google no momento de fazer a pesquisa.

Como usar o buscador / mecanismo de busca do Google?

Vale ressaltar que o Google evolui constantemente e de tempos em tempos, inclui novas funcionalidades e altera sutilmente outras. Assim, é possível que algum recurso possa não funcionar exatamente de acordo com o que descrevemos a seguir, razão pela qual deveremos atualizar este artigo periodicamente, incluindo novidades ou modificando o que for necessário.

  • A busca mais simples que você faz e que já está acostumado realizar, rende-lhe alternativas de resultados em termos de mapas, notícias, imagens, vídeos, livros, shopping, voos, finanças e aplicativos. A ordem na qual elas são exibidas mudam de acordo com o item pesquisado, levando em consideração os resultados, sua relevância e semântica da busca feita;

  • Ao clicar na opção “Ferramentas”, uma vez que tenha feito uma pesquisa, aparecem opções como “Em qualquer idioma”, “Em qualquer data” e “Todos os resultados”, os quais respectivamente permitem filtrar os resultados apenas pelo idioma nativo da busca, as ocorrências mais recentes ou antigas (na última hora, nas últimas 24 horas, na última semana, no último mês e no último ano) e “ao pé da letra”, que é o mesmo que efetuar a pesquisa usando aspas;

  • Aspas produzem mais especificidade, ou seja, o conteúdo dentro das aspas deverá ser exatamente igual quanto às palavras e a ordem em que elas aparecem. Os resultados podem ser parecidos, mas não necessariamente idênticos, exceto nas primeiras ocorrências, se de fato existir a frase buscada no banco de dados. Pode acontecer das palavras todas existirem nos resultados exibidos, porém podem não aparecer uma na sequência da outra, da mesma maneira que você digitou no campo de pesquisa;

  • Se você quer ou precisa buscar um termo ou uma frase – e neste caso use as aspas – em um site específico, no campo de busca você deve digitar o que quer encontrar, seguido da palavra site, dois pontos e o endereço do site. Sendo assim, se por exemplo, você quer buscar sobre hospedagem de sites no blog da HostMídia, digite: “hospedagem de sites” site:hostmidia.com.br/blog/;

  • Suponhamos que você tenha achado um site que contenha um determinado conteúdo e deseja, encontrar sites semelhantes, para então realizar a mesma busca neles, você deve digitar no campo de pesquisa do Google: related:wikipedia.org, o que vai lhe trazer os sites que têm um conteúdo parecido e a partir dos resultados, efetuar a busca em cada um do que deseja encontrar;

  • Caso você procure por resultados que contenham de um tipo de específico de arquivo, como por exemplo, um arquivo PDF, você deve usar “filetype:", além naturalmente do conteúdo relacionado. O preenchimento do campo de pesquisa ficaria assim, para arquivos em PDF, que tratem do crescimento da economia brasileira: “crescimento da economia brasileira” filetype:pdf;

  • Interessa-se pelo mercado financeiro, especificamente o mercado de ações? Há uma busca muito simples e que traz informações completas a respeito, bastando que para isso digite a palavra GOOG;

  • Quer ter informações completas que o Google armazena sobre um domínio? Use a palavra INFO, seguido de dois pontos e o domínio. Veja que tipo de resultado você tem ao testar info:hostimidia.com.br;

  • Se sua necessidade é dispor da definição de uma palavra ou algum tipo de assunto, mais do que simplesmente que seus termos façam parte de algum conteúdo, basta usar o comando "define:”, seguido do conteúdo de interesse. Nos casos em que a busca envolve duas ou mais palavras, deve-se fazer o uso de aspas, como em: define:”teorema de pitágoras”. Para palavras simples e dependendo do termo pesquisado, tem-se o resultado de dicionário;

  • Quando você efetua uma pesquisa no Google Imagens, nos resultados é possível ter informações detalhadas sobre o arquivo, como também pode-se acessar a página da qual ela faz parte. Há também a opção “Imagens relacionadas”, que exibe miniaturas de outras imagens que têm relação com a imagem de interesse e da mesma forma, possibilita ter acesso às respectivas páginas em que estão inseridas;

  • Se você precisa fazer contas e já está com o navegador aberto, o Google também oferece a funcionalidade de calculadora. No campo de pesquisa, digite a conta cujo resultado quer saber. Além disso, se o seu navegador estiver configurado para ter o Google como ferramenta de busca padrão, a conta pode ser digitada até mesmo no campo em que você digitaria o endereço do site e o resultado é exibido, como se fosse na tela de uma calculadora, constando logo abaixo um teclado virtual para realização de outras operações;

  • Quer encontrar resultados que contenham certas palavras contidas no título da postagem ou artigo, não necessariamente em uma determinada sequência? Digite allintitle: seguido das palavras que você quer encontrar. Ex: allintitle:marketing de relacionamento. Uma alternativa relacionada, é quando se quer que as palavras façam parte do endereço ou URL e para isso, usa-se o comando inurl:.

  • Quer uma ajuda do Google com seu inglês, que não está muito em dia? Digite no campo de pesquisa a palavra tradutor. Aparecerão como primeiro item da pesquisa, dois campos, sendo que por padrão o primeiro é o seu idioma nativo e o segundo inglês. Porém podem ser invertidos os campos e escolhidos outros idiomas. O que vocè digita no primeiro, automaticamente vai sendo preenchido no segundo já traduzido para o idioma escolhido.

Há ainda algumas outras funcionalidades extras, sendo que algumas delas de pouco interesse prático, como curiosidades que são exibidas para determinadas buscas, mas que abordaremos em um outro artigo dedicado a esse fim.

Conclusão

O Google é sem dúvida a maior ferramenta de busca da Internet, porque além de resultados dos mais diversos relacionados a uma ou mais palavras de interesse, ele também oferece uma razoável gama de opções pelas quais é possível dizer ao mecanismo de busca, de modo mais específico o que se deseja encontrar, poupando-lhe tempo de procura e entregando um resultado mais preciso.