6 dicas de como criar um site de vendas arrasador

Muitos consumidores alteraram os seus hábitos de consumo e têm preferido realizar as suas compras pela internet. Ter uma plataforma que comporte esse cenário aumenta significativamente as chances de ganhar mais visibilidade para a empresa e gerar novos negócios.

Contudo, para criar um site de vendas eficiente, é necessário aplicar alguns conceitos. Um bom site de vendas é capaz de comunicar mensagens de forma clara e, consequentemente, fortalecer a imagem institucional de uma empresa, além de apresentar uma experiência agradável ao usuário, ter ferramentas e mecanismos funcionais, e, acima de tudo, ser seguro.

Com um site de vendas bem estruturado será mais fácil atrair seu público-alvo, aumentar a taxa de conversão e melhorar o seu posicionamento orgânico nos mecanismos de busca. Ter um site de qualidade e se tornar referência no mercado são algumas das melhores práticas para melhorar os seus resultados e alcançar o sucesso!

Quer saber mais sobre como criar um site de vendas e melhorar os seus resultados? Então, continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

1. Conheça seu cliente e o mercado

Garantir o conhecimento de quem são seus leads e clientes, e ter informações consistentes sobre o mercado em que sua empresa atua é essencial para que o seu site obtenha os resultados esperados.

A partir desse conhecimento, é possível criar um site que esteja alinhado com a persona, tanto na linguagem visual quanto na linguagem verbal, e criar conteúdos relevantes para as estratégias de inbound marketing. Assim, tendo a capacidade de nutrir e educar o seu público-alvo, tornando-os clientes fiéis da marca.

Bons negócios e estratégias são baseados em dados e informações. Com o conhecimento sob o público e o mercado, o seu plano de negócios e marketing possuem mais chances de trazer resultados.

2. Defina seu nicho

Com um conhecimento amplo do seu público e mercado, podemos ir além e segmentar sites de vendas em nichos. Em um ambiente altamente competitivo como a internet, essa é uma boa opção para maximizar o potencial do seu negócio.

Dentre os benefícios de definir um nicho de atuação estão: criar um diferencial em relação aos demais concorrentes, aumentar a credibilidade e melhorar o posicionamento de sua marca, otimizar os custos com marketing digital, conquistar uma percepção aguçada sobre as preferências do público e elaborar uma comunicação clara e objetiva para atender as expectativas de seus clientes.  

A segmentação diminui a concorrência e aumenta a identificação dos usuários com a marca, facilitando a venda de produtos e serviços!

3. Escolha uma plataforma

Existem diferentes ferramentas disponíveis no mercado para o desenvolvimento de um site de vendas. Dentre as mais utilizadas estão as plataformas de CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo).

Os CMS são ferramentas para a criação, edição, gestão e publicação de conteúdo. E tem sido cada vez mais utilizadas em razão da facilidade do seu uso e a quantidade de recursos disponíveis.

Confirma alguns dos CMS que possuem melhor desempenho:

  • PrestaShop: ideal para pequenas empresas que estão iniciando as suas atividades com um sistema de vendas online;
  • Opencart: possui funcionalidades e recursos para criar uma loja 100% profissional;
  • Magento: plataforma de e-commerce mais utilizada no mundo. Possui um grande leque de funcionalidades, integração com CRM, sistema GRP, sistema de logística e muitos outros;
  • VirtrueMart e Jomla: união de dois sistemas de código aberto que permitem inúmeras modificações como inserção de plugins, módulos e componentes;
  • WooCommerce: oferece diferentes recursos. Uma grande vantagem é seu painel intuitivo que permite ao vendedor realizar alterações de forma simples.

Para escolher a melhor ferramenta para o seu negócio é preciso avaliar quais as necessidades do seu negócio e qual ferramenta que melhor se adapta a elas. Mas lembre-se, mantenha feedbacks e testes constantes sobre o sistema escolhido.

4. Crie um layout responsivo

Sites responsivos se adaptam automaticamente aos dispositivos do usuário. O seu layout é alterado assim como a disposição de seus elementos com base no tamanho da tela em que são exibidos.

Criar um layout responsivo garante que a experiência de usuário seja positiva através do acesso via dispositivos móveis. Páginas com imagens faltando, cortadas e com fluxos de navegação complexos aumentam a taxa de rejeição do seu site e impactam no posicionamento no ranking de buscas. Ser mobile friendly é um dos principais fatores levados em consideração pelos mecanismos de pesquisa para que ocorra a indexação de forma eficaz.

Uma dica é manter-se sempre atento em como o site da sua empresa está sendo apresentado em diferentes modelos de dispositivos.

5. Preocupe-se com a segurança das informações

Para a criação de um site de vendas seguro é preciso prestar atenção em todos os detalhes. Segurança é um dos fatores críticos para o desenvolvimento de um site de vendas. Proteger dados como endereço, telefone e número de cartões é uma grande responsabilidade e merece atenção especial.

Não basta apenas demonstrar preocupação com os dados. É preciso fazer com que o cliente se sinta seguro e que ações de segurança sejam implementadas no site para garantir o máximo de proteção possível ao consumidor.

Caso o seu site de vendas efetue transações em sua página, existem ferramentas que atuam na proteção dos dados que são informados. As duas mais utilizadas e eficientes são:

  • SSL (Secure Socket Layer): SSL é uma proteção que impede que invasores roubem informações e dados que seus clientes inserem durante o cadastro no site e a efetivação de uma compra;
  • Scan de Aplicação e IP: permite investigar vulnerabilidades no site, impedindo casos de invasão, como o acesso ao banco de dados. Alertas são encaminhados para a equipe de desenvolvimento que atua na correção dessas falhas. 

6. Defina formas de pagamento

Existem basicamente três maneiras de receber pagamentos em um site de vendas. São elas:

  • intermediadores de pagamentos: cobram taxa fixa por transação e uma variável sobre o valor da venda. Mas assumem o risco de fraude;
  • gateways de pagamento: cobram taxa fixa por transação. Mas não assumem o risco de fraude, sendo preciso contratar outros serviços para garantir 100% de segurança;
  • integração direta com a adquirente: indicada para grandes sites de vendas, pois demanda lojistas e equipe de desenvolvimento mais experiente. Possibilita contato com o adquirente e a negociação de taxas.

Para escolher a melhor plataforma de pagamento, assim como a plataforma de desenvolvimento, é preciso alinhar as necessidades do seu negócio com as funcionalidades que são disponibilizadas.

Ao aplicar essas dicas, você ficará craque em como criar um site de vendas e terá mais sucesso em seus negócios!

Esse post foi útil para você? Quer conhecer mais dicas de como criar um site vendas para a sua empresa? Então cadastre em nossa Newsletter.