cPanel ou Plesk, qual painel escolher?

Quando se tem frente a frente os dois melhores ou os maiores ou os mais conhecidos players em quaisquer coisas, é normal e até esperado que sempre exista algum tipo de comparação e muitas vezes a fatídica pergunta, qual é o melhor entre os dois? No caso, cPanel e Plesk são os principais nomes no que fazem e frequentemente são postos a prova. Então vamos falar a respeito?

O que é cPanel? O que é Plesk?

São sem dúvida as perguntas mais importantes que temos que responder antes de ir adiante.

Ambos são painéis de hospedagem. Mais especificamente, são painéis em que ficam concentrados os recursos que você tem a disposição quando contrata um plano de hospedagem. Guardadas as devidas proporções, analogamente eles estão para a hospedagem, da mesma forma que o Painel de Controle do Windows, está para o seu computador.

Inclusive pode-se dizer que são painéis de controle, na medida em que é por meio deles que se controla tudo o que você tem à disposição na sua conta de hospedagem, como a criação de contas de e-mail, bancos de dados, adição de subdomínios, filtros de spam, ações automáticas agendadas, realização de backups, ajustes de configurações, instalação de CMSs, entre vários outros recursos.

Portanto, é possível dizer que quase tudo o que você faz na conta de hospedagem, depende do painel de hospedagem e logo é desnecessário ir além para que você compreenda sua importância.

Principais características do cPanel

Entre os painéis de hospedagem que temos a disposição atualmente, o cPanel é o mais antigo. Deste fato, há algumas importantes consequências:

  • Pelo tempo que tem de existência, há um longa e consistente curva de desenvolvimento que acompanhou as principais evoluções que a Internet e os sites tiveram ao longo de décadas, fazendo com que tenha um completo conjunto de funcionalidades;

  • Nada dura tanto tempo, principalmente em um segmento como da tecnologia, se não tem qualidades importantes, como confiabilidade e funcionalidade;

  • Dispõe de uma comunidade de usuários muito grande que se comunica por meio de fóruns, trocando experiências, informações, depoimentos, etc. Isso em termos de base para desenvolvimento e aperfeiçoamentos, tem um valor inestimável;

  • É o painel mais usado no mundo e pelas principais empresas de hospedagem. Além de ser um testemunho do quão bom é, garante que a migração de uma conta de hospedagem entre diferentes empresas, é mais simples, bem como há um leque maior de opções caso necessite mudar de hosting;

  • Há boa probabilidade de manutenção da empresa e de suas políticas e consequentemente de suporte à base de clientes.

Diferentemente do Plesk, o cPanel é exclusivamente destinado a controlar servidores com sistema operacional Linux. Assim, automaticamente se há necessidade de se hospedar alguma aplicação ou serviços nativos do Windows, a adoção do cPanel é descartada.

Por outro lado, ao ser o painel mais antigo para servidores Linux, o cPanel acaba beneficiando-se de um ambiente mais estável, seguro e de melhor desempenho, que o Linux provê. O conjunto cPanel sobre distribuição CentOs, é uma das combinações mais usadas em ambiente de hospedagem, resultando em servidores para Web bastante sólidos.

O cPanel dá acesso ao desenvolvimento de APIs (Application Programming Interface) ou, em português, Interface de Programação de Aplicativos. É uma interface de programação baseada em um conjunto de padrões para desenvolvimento de aplicativos. Com isso, muitas empresas de desenvolvimento, criam aplicações integradas ao cPanel, facilitando sua utilização em uma plataforma de hospedagem.

Embora haja algum trabalho semelhante em relação ao Plesk, o conjunto de APIs baseadas no cPanel é muito mais amplo e variado. É um aspecto particularmente vantajoso para o usuário que muitas vezes pode ter serviços complexos instalados em sua conta de hospedagem com apenas um clique, como é o caso do Softaculous.

O cPanel tem um painel de revenda de hospedagem com funções e características bem determinadas e simples de usar, que é o WHM (Web Host Manager), que o Plesk não oferece sob o mesmo conceito. Isso torna a administração de revendas sob cPanel uma tarefa bem mais simples e intuitiva.

Principais características do Plesk

O Plesk não é tão mais novo assim do que o cPanel. Mas os 5 anos a mais em relação ao cPanel, foram suficientes para que o mais velho conquistasse uma base de clientes bem maior, já que este tempo em termos de Internet, pode representar uma eternidade. Mas o Plesk trabalhou bem para tentar recuperar o terreno perdido.

Uma das principais características do Plesk, é que ele dispõe de versões para os dois principais sistemas operacionais de servidores: Windows e Linux. Por esta razão, costuma-se dizer que a migração entre um e outro é mais simples. No entanto, sabe-se que em alguns casos ajustes manuais têm de ser feitos quando se migra de uma plataforma para a outra e a economia de trabalho manual não seja tão vantajosa assim.

Outra importante característica, é também a mais óbvia, já que se algo no seu projeto Web exige tecnologias Microsoft, como por exemplo, linguagem de programação ASP ou bancos de dados Access, necessariamente você tem que optar pelo Plesk, visto que o cPanel não roda sobre servidores da empresa de Redmond.

Também se diz que a migração de contas cPanel para Plesk é mais fácil do que o inverso. O Plesk tem recursos para automatizar a migração de uma conta oriunda do cPanel, sendo que este não tem o mesmo em relação ao Plesk.

Confronto direto – Qual é melhor? cPanel ou Plesk?

Embora existam aspectos objetivos que permitem colocar algumas características de ambos lado a lado em uma tabela e classificá-las ou dar notas, com o intuito de um comparativo justo, nem tudo pode ser comparado ou pode ser avaliado de maneira objetiva e isenta.

Um exemplo disso, é a interface de ambos. Elas são diferentes e a organização, a aparência e navegabilidade do cPanel e Plesk são bem diferentes, mas é um aspecto subjetivo quanto à avaliação. Há fãs de um e há do outro. Não há como dizer com certeza qual é melhor, sem usar critérios pessoais.

Outro aspecto, para citar apenas mais um exemplo, é ainda mais controvertido e refere-se à segurança. Normalmente atualizações e correções de segurança do Plesk sejam mais rápidas, mas por outro lado, a frequência com que ocorrem é muito maior. Ou seja, é melhor ter os problemas de segurança corrigidos mais rapidamente, mas estar exposto muito mais vezes? Questionável, para dizer o mínimo.

Há ainda um grande conjunto de pequenas diferenças nos painéis, mas que não chegam a ser motivos definitivos para se escolher um ou o outro, como por exemplo, a pouca diferença em relação às licenças de ambos.

Portanto, uma avaliação criteriosa e imparcial dos painéis quanto a quem é melhor, não nos parece apropriada. Ao invés disso, é mais adequado verificar caso a caso, quando o uso de um é mais indicado do que o outro.

Conclusão

São os dois principais nomes quando se fala em painéis de hospedagem. Seja qual for a sua escolha, você terá suporte de empresas sérias, consagradas e que fazem um trabalho com intuito de entregar o que há de melhor para gerenciar sua hospedagem.

Quase uma opinião de quem escreve e não um veredito, em linhas gerais pode-se afirmar que se um ambiente de hospedagem Linux atende 100% o que você precisa ou sua ideia é revender hospedagem, opte pelo cPanel, o qual tem um conjunto maior de características favoráveis. Se precisa de Windows, vá para o Plesk, não porque o cPanel não disputa nesta área, mas porque o Plesk é uma opção de qualidade.