Conheça os diferentes tipos de hospedagem de sites

Quando você decide que é momento de ter algo na Internet, seja um site da sua empresa ou pessoal, uma aplicação Web, um site de comércio eletrônico ou apenas contas de e-mail, ou até mesmo já usa um serviço de hospedagem para alguma destas opções, mas percebe que seu atual serviço não atende integralmente as suas necessidades, é que acaba por descobrir que há diferentes tipos de hospedagem.

É natural que você venha a ter dúvidas e se perguntar: “Por que existem diferentes tipo de hospedagem?”. A resposta é simples e as razões não são diferentes das situações do mundo real.

Se a sua empresa cresce e você tem um aumento significativo no número de colaboradores, você precisa de mais mesas, cadeiras, computadores e espaço, entre outros recursos. Talvez seja necessário até mudar fisicamente a empresa. Também diferentes empresas com o mesmo número de colaboradores e segmento de atuação, podem ter diferentes necessidades em termos de recursos e assim as instalações de uma, podem não atender a outra, isso porque cada uma tem necessidades próprias.

Quando você precisa hospedar algo na Internet, não é diferente. Em linhas gerais, tudo é hospedagem, mas há serviços que foram criados para atender necessidades especiais que as vezes um cliente pode ter e que se diferenciam da maioria das empresas e pessoas.

Atualmente se você efetuar uma pesquisa para hospedar algo, encontrará muitos sites de empresas de hospedagem e neles os tipos mais comuns de hospedagem:

  • Hospedagem Gratuita

  • Hospedagem Compartilhada

  • Hospedagem Cloud

  • Hospedagem VPS

  • Colocation

  • Servidor Dedicado

Em alguns casos, é possível que você encontre uma oferta um pouco maior de serviços ou nomes sensivelmente diferentes para referenciar um mesmo serviço. Além disso, muitas vezes você irá encontrar muitos termos técnicos sem saber exatamente o que eles significam e consequentemente o que trazem de bom para você e então você se pergunta: “E agora?”

Vamos entender melhor o que é cada um destes serviços, de forma que ao final você será capaz de entender as diferenças entre os tipos existentes e qual é o tipo de hospedagem que melhor lhe atende.

Hospedagem Gratuita

Normalmente é o tipo de hospedagem utilizada por sites bastante simples, com pouquíssimos visitantes. Também costuma ser a primeira opção de quem está ingressando na Internet e quer apenas sentir como é ter um site ou está experimentando o que vai encontrar.

Apesar de existir serviços com uma qualidade razoável e que podem atender bem um projeto pessoal ou de microempresas, deixa de ser uma opção recomendável quando se precisa de alguma segurança em termos de desempenho, suporte, cobertura e variedade de recursos e até mesmo disponibilidade do serviço.

Pelo fato de ser gratuito, há restrições quanto aos recursos disponíveis e alguns dos aspectos podem até mesmo não existir. Os fatores que devem ser considerados, são:

  • Se há algum Suporte Técnico, como ele é prestado;

  • Uptime, que é a garantia de tempo mínima em que os serviços estão disponíveis;

  • Espaço disponível e tipo de conteúdo que pode ser armazenado;

  • Ferramentas de segurança e disponibilidade de backup;

  • E-mail, já que alguns serviços não disponibilizam tal recurso;

  • Que ferramentas estão disponíveis e possibilidade de uso de CMSs, como o Wordpress.

Hospedagem Compartilhada

É o tipo de hospedagem mais comum e mais utilizado por pessoas e empresas e normalmente é tratado pelas empresas do segmento, apenas como hospedagem de sites. Foi o modelo compartilhado o grande impulsionador da Internet, na medida que tornou acessível do ponto de vista financeiro a hospedagem de conteúdo, já que a infraestrutura de Internet necessária para hospedagem, é ampla e cara.

O conceito baseia-se em colocar-se vários domínios hospedados em um mesmo servidor, os quais usam de maneira conjunta os recursos (memória, processadores, rede, armazenamento, etc) e serviços (e-mail, banco de dados, FTP, etc) do servidor. Este compartilhamento da infraestrutura é o torna atrativo o custo de hospedagem, na medida em que o valor total é rateado entre todos.

Mas ao mesmo tempo em que a hospedagem compartilhada atende uma gama grande de necessidades e existam planos bem completos e robustos, há restrições, limites e regras de uso dos serviços. Por analogia, os moradores de um condomínio ou prédio de apartamentos têm limites e regras quanto ao uso dos recursos (piscina, quadra, salão de festas, academia, etc) de modo que todos os condôminos possam usufruir dos benefícios que compartilham.

Assim, se os serviços que precisa armazenar apresentam demandas especiais ou acima da média, é necessário considerar uma das opções a seguir.

Hospedagem Cloud

Nos últimos anos, este tipo de hospedagem ganhou destaque crescente por suas características dinâmicas e elevada flexibilidade no atendimento às necessidades de hospedagem.

Ao contrário do modelo compartilhado, onde um plano tem limites definidos para uso dos recursos e serviços e a ampliação deles signifique mudar para outro plano superior, na hospedagem Cloud, os limites variam de acordo com a demanda. Se por exemplo, há necessidade de mais processamento e/ou memória, porque seu site recebeu mais visitantes como resultado de uma ação de Marketing Digital, esta necessidade pode ser suprida pelo sistema Cloud, tanto por ajustes prévios feitos manualmente, quanto dinâmica e automaticamente pelo sistema.

O valor deste tipo de hospedagem é superior aos planos compartilhados, mas é ainda uma opção econômica, principalmente para aqueles que tem necessidades que variam frequentemente e ainda não tem necessidade ou possibilidade em investir em soluções dedicadas, já que utiliza o conceito “pay per use”, ou seja, paga apenas conforme se usa.

Servidor Dedicado

Em termos diretos, o servidor dedicado é o oposto da hospedagem compartilhada. Ao invés de dividir os recursos e serviços de um servidor com vários outros domínios, nesta modalidade de hospedagem, 100% do que ele pode oferecer estão a disposição do serviço que você tem na Internet.

A primeira e mais imediata vantagem, é que os limites que são impostos pelo compartilhamento deixam de existir. Se sua aplicação Web ou outros serviços que utiliza exigem 100% do servidor, você terá 100%. Aqui os limites são unicamente definidos por quanto o hardware contratado é capaz de suportar.

Da mesma maneira que você escolhe as configurações de um computador para uso pessoal, com base no quanto de processamento e memória os programas que usa necessitam e o volume de dados que precisa armazenar, a escolha do servidor dedicado para hospedar seu conteúdo também segue os mesmos requisitos.

Este é o serviço de hospedagem indicado para aqueles que precisam de elevados volumes de processamento, muito consumo de memória e grandes quantidades de dados armazenados e tais condições são permanentes e não ocasionais ou sob demanda como é o caso da hospedagem Cloud.

Hospedagem VPS

O Virtual Private Server (Servidor Privado Virtual) ou simplesmente VPS, como é conhecido, é o meio do caminho entre uma hospedagem compartilhada e uma dedicada.

Em termos simples, um VPS é obtido reservando-se parte do hardware de um servidor potente para produzir um servidor virtual e inferior em termos de hardware e consequentemente mais acessível financeiramente, mas com os benefícios da exclusividade que um dedicado lhe dá em termos de autonomia para decidir como usar a hospedagem.

Da mesma forma que no caso dos servidores dedicados, esta é opção quando se tem ou precisa-se de exclusividade e níveis mais altos de processamento, memória e armazenamento, mas ainda não se atingiu o patamar necessário para um dedicado.

Colocation

Em princípio o colocation é a mesma modalidade de hospedagem que o servidor dedicado, com a diferença que o servidor é de propriedade do cliente, que coloca sua máquina no datacenter para usufruir da infraestrutura de rede, segurança, energia e administração.

Esta é uma opção adotada nos casos em que o cliente tem necessidades muito específicas em termos de hardware e/ou software.

Conclusão

Hospedar conteúdo, seja ele um simples site ou pesadas e sofisticadas aplicações Web, requer avaliar as opções existentes no mercado, o qual atualmente lhe oferece desde alternativas a custo zero a investimentos bastante significativos e dentro deste espectro, existe um leque muito grande de serviços e que atende todas as demandas. Para fazer a escolha mais acertada, é importante contar com ajuda de empresas de hospedagem consolidadas e que possam lhe fornecer suporte na escolha de qual a melhor opção.