Hospedagem de sites: O que é?

A Internet evoluiu de forma rápida e global quando se enxergou seu potencial comercial. A parte mais aparente de sua evolução apareceu na forma de sites, que são nada mais do que endereços que acessamos para obter informações sobre algo ou para usar um serviço/aplicação.

Ilustração - Hospedagem de Sites

Mas a Internet é bem mais do que um simples website, da mesma forma que a hospedagem de um site também pressupõe uma ampla gama de serviços — em que o website é apenas a parte mais visível ecomum do que é possível fazer online.

Consciente ou inconscientemente, todos nós estamos imersos boa parte do tempo na rede. Exemplos disso ocorrem quando:

  • nos comunicamos com alguém por e-mail;
  • "conversamos" via WhatsApp;
  • compartilhamos uma foto do Instagram;
  • agendamos um compromisso no EverNote;
  • baixamos um arquivo do Dropbox para usar na reunião presencial ou virtual (no JoinMe);
  • chamamos um Uber para ir até um cliente;

Criar uma lista de serviços existentes na web é fácil. Concluí-la, porém, nem tanto. Tudo isso e mais um monte que você lembrou, porque usa o tempo todo, envolve a Internet e só é possível graças às empresas de hospedagem de sites.

É verdade que alguns destes — os maiores — já vão além do serviço: são os próprios hospedeiros das aplicações que fornecem. Exceto os que já nasceram grandes, em algum momento eles tiveram que recorrer a um hosting.

A empresa de hospedagem de sites (ou hosting) fornece toda a infraestrutura necessária para que alguém tenha algo na Internet. Isso inclui itens como: uma simples conta de e-mail; o site da sua empresa ou pessoal; uma loja virtual; aquele aplicativo para Android que você pensou em criar ou apenas o sistema de emissão de NFe da sua filial.

Servidores, rede, sistemas, profissionais e o que for necessário para tornar acessível na Internet o que você imaginar — o hosting oferece tudo isso por meio de planos prontos ou que possam ser personalizados para atender às suas necessidades. Quer saber mais sobre o assunto? Continue a leitura!

Quais são os tipos de hospedagem de sites?

Existem diversos tipos de hospedagem no mercado. E cada uma dessas opções é voltada para uma necessidade diferente do consumidor.

Um site simples, com poucos acessos, exige menor transferência de dados e espaço de hospedagem. Já um grande portal ou sistema intranet tem a necessidade de um servidor mais robusto, por exemplo.

Para ajudá-lo a entender melhor as principais características das variáveis disponíveis e a não ter dúvidas no momento de fazer a melhor escolha para o seu caso, separamos, a seguir, uma lista dos serviços de hospedagem de sites e o que cada um oferece.

Hospedagem compartilhada

Esse tipo de hospedagem é o mais indicado para sites pequenos e médios, sejam blogs ou mesmo sites institucionais. Isso porque eles não exigem uma banda de tráfego muito alta ou espaço de armazenamento elevado.

O nome “hospedagem de site compartilhada” é dado quando se trata de um servidor que armazena arquivos de diversos sites como o seu. Todos os que estão no mesmo servidor dividem também as ferramentas disponibilizadas pelo plano contratado.

Apesar de algumas empresas divulgarem seus planos como ilimitados, é preciso se atentar para o fato de que, ainda assim, eles não são infinitos. Logo, se abusar do uso de recursos, poderá ter problemas de acessibilidade ao seu domínio e até ser banido do servidor (caso esteja causando problemas aos demais clientes).

O principal diferencial da hospedagem compartilhada é o custo, que é bem em conta, podendo variar entre R$ 6,00 e R$ 30,00 mensais. Além disso, se bem utilizada, essa modalidade é uma excelente escolha — desde que seu site esteja dentro do que os planos oferecem.

Hospedagem gratuita

Geralmente, a hospedagem gratuita é uma alternativa se você deseja fazer um site para compartilhar notícias no seu escritório ou como parte de uma atividade específica, pontual.

As opções disponibilizadas são bem limitadas. Desse modo, não é muito aconselhável iniciar sua página em uma instalação desse tipo se for um projeto realmente importante, pois você poderá ter sua conta excluída a qualquer momento — e sem aviso prévio.

Revenda de hospedagem

Essa modalidade é indicada para quem deseja montar seu próprio serviço de hospedagem de sites. Ela é disponibilizada por grandes empresas, que possibilitam aos seus clientes tornarem-se revendedores.

São utilizados os mesmos servidores da hospedagem compartilhada. Porém, é permitido que você personalize o painel de controle com sua logomarca e seu domínio, de maneira a criar uma relação mais próxima com possíveis clientes.

Trata-se do tipo de serviço ideal para web designers e desenvolvedores. Isso porque é possível revendêlo aos seus próprios clientes, garantindo a criação de uma renda recorrente.

Servidor virtual

O servidor virtual é popularmente conhecido como VPS, sigla em inglês para Virtual Private Server (servidor virtual privado). É o meio termo entre a hospedagem compartilhada e o servidor dedicado, com planos a partir de R$ 20,00 mensais, sem gerenciamento, painel de controle, etc.

Essa modalidade é ideal se a sua página está em um processo inicial de aumento de tráfego e existe uma necessidade aparente de melhorar a qualidade de acesso, porém não o suficiente para a contratação de um servidor dedicado.

O VPS mantém as mesmas características da hospedagem compartilhada, com a diferença de dividir recursos como memória, processamento e discos do servidor.

Servidor dedicado

Nessa modalidade, como o próprio nome sugere, você contará com um servidor exclusivo. Ele é indicado para sites que possuam um alto volume de tráfego constante e apresentem lentidão no acesso (ou mesmo blackouts, devido ao congestionamento dos dados).

Ao contrário dos servidores compartilhados, aqui você contará com todo o potencial de um serviço voltado exclusivamente para suas necessidades, o que aumenta não só a velocidade de carregamento, mas também a segurança de seus arquivos. O custo de um servidor dedicado pode começar a partir de R$ 450,00 mensais e ir aumentando proporcionalmente às características das quais você precise.

Além dos benefícios já apresentados, vale ressaltar que o servidor dedicado é indispensável para a instalação de sistemas de gerenciamento online e CRM'S, por sua importância para a empresa. Assim, é possível evitar quaisquer transtornos e melhorar a qualidade de serviços e atendimentos.

Para que servem?

Um serviço de hospedagem, como podemos notar pelas diversas opções apresentadas acima, é exatamente o que o nome sugere: um local onde você poderá armazenar os arquivos de seu site (ou de sua empresa), desenvolver e hospedar sistemas online, etc.

Esses dados, quando hospedados, podem ser facilmente publicados na Internet, por meio de um site. Essa é a principal função da hospedagem.

O que considerar ao escolher um serviço do tipo?

A hospedagem possui algumas características padronizadas, as quais é preciso verificar em todas as empresas que prestam esse tipo de serviço. Confira, a seguir, quais são elas:

Espaço de armazenamento

Nesse campo estará o espaço em disco contratado para o armazenamento dos arquivos de seu site. O que determinará se você precisa de uma hospedagem maior é a característica do seu site, como quantidade de páginas, imagens, vídeos, etc.

A maioria das grandes empresas presentes no cenário atual oferece um espaço de armazenamento ilimitado. Devem ser consideradas, porém, as limitações de cada servidor.

Limite de tráfego

O tráfego diz respeito à quantidade de vezes que o seu domínio poderá ser acessado, consumindo banda de dados, até que o servidor o tire do ar ou reduza drasticamente a velocidade de carregamento de suas páginas. Assim como o armazenamento, o tráfego é oferecido como sendo ilimitado, desde que a sua necessidade possa ser suportada pelo servidor.

Funcionalidades

As hospedagens de sites contam com painéis de controle, por meio dos quais você consegue acessar atalhos para as principais necessidades administrativas do servidor, tais como: domínios, gerenciador de arquivos, criação de e-mails, etc.

Em meio aos diversos benefícios listados pelas companhias de hospedagem, os que realmente fazem a diferença para a administração e o correto funcionamento do site são:

  • quantidade de bancos de dados SQL (Linguagem de Consulta Estruturada) — de preferência, que seja ilimitada;
  • quantidade de contas de e-mail (que também seja ilimitada);
  • instalação automática de aplicações (Wordpress, Joomla, por exemplo);
  • construtor de sites (preferencialmente, gratuito);
  • quantidade de domínios que pode incluir na hospedagem (os planos mais em conta só permitem um).

Preços e credibilidade no mercado

É muito comum encontrar diversas empresas praticando preços bem abaixo do comum no mercado, com o intuito de atrair mais clientes e, depois, fidelizá-los. Algumas companhias escondem o preço real e quando os clientes vão renovar o contrato, acabam tomando verdadeiros sustos.

Antes de tomar a decisão por uma ou outra hospedagem de sites, lembre-se de que o mais barato pode sair muito caro no futuro. Por isso, uma pesquisa prévia a respeito da empresa e o valor exato que você pagará pela hospedagem depois de participar de alguma promoção é muito importante. Visite também a página no Facebook da empresa, pesquise na Internet e descubra o que os clientes realmente estão dizendo sobre o serviço.

Agora que você já sabe tudo o que precisa para escolher a melhor hospedagem de sites para o seu projeto, que tal continuar recebendo dicas incríveis para otimizar seus sites na web? Assine a nossa newsletter!